Portugal
"Inventam e mentem. Weigl foi ao meu quarto às 04h00, desesperado"
Redação
2021-04-22 21:20:00
Jorge Jesus esclarece situação do médio depois de "começarem a inventar"

A ausência de Julian Weigl, autorizado a deixar o estágio horas antes do Benfica defrontar o Portimonense (1-5), foi devidamente explicada por Jorge Jesus após a partida, na sequência das "mentiras" que surgiram em alguns sites e redes sociais, a insinuar que teria havido um desentendimento entre ambos.

"Eu estive dois, três anos fora de Portugal e uma coisa que noto é a comunicação que inventa notícias, que mente, que quer arranjar tema para ter audiências. A mulher do Weigl entrou num parto complicado, ele não é português, não tem familiares cá para o ajudar", começou por referir Jesus, na entrevista rápida à SportTV.

"Às 04h00 foi ao meu quarto e ao do Rui [Costa], desesperado, que a mulher tinha telefonado, tinha ido de urgência para o hospital, entrado em trabalho de parto. O que temos fazer? Temos de deixar ir o atleta. A mentalidade dos atletas de hoje não era a minha quando jogava. Deixámos sair com autorização, foi um funcionário do Benfica que o foi buscar, e depois começaram a inventar que abandonou o estágio por problemas comigo. Mentiras dessas não valem, não vale tudo", esclareceu.

Na análise ao encontro com o Portimonense, o treinador destacou a forma como a equipa se tornou "controladora" depois do 1-1, registado momentos antes do intervalo: "A diferença está sempre nos golos, agora o momento em que são marcados não tem muita influência. O 1-1 antes do intervalo teve importância na melhoria da equipa. Depois, face às modificações que fizemos, fomos ficando mais fortes, mais controladores, e os golos foram aparecendo. Jogámos contra uma boa equipa que não perdia aqui há três jogos e é muito difícil de ser batida, está a fazer um bom campeonato, sobretudo na segunda volta".

Nessas modificações, a entrada de Darwin mostrou-se fundamental. "O Benfica fez um jogo forte como tem feito, tivemos um percalço onde não esperávamos. Estamos a pôr as coisas fáceis nos jogos difíceis e difíceis nos que parecem fáceis. Só interessam as vitórias, é importante a qualidade coletiva individual. Hoje a entrada do Darwin foi determinante, está a ficar melhor e quando tens isso a equipa também melhora", acrescentou.

A finalizar, Jesus garantiu que o Benfica "não treme", na sequência das críticas surgidas após a derrota na ronda anterior, com o Gil Vicente. "Sabemos porque perdemos o outro jogo, tentámos corrigir algumas coisas que não fizemos bem. A equipa é uma equipa segura, confiante, que acredita no que faz, e isso é fundamental, quando tens jogadores que acreditam na mensagem, é meio caminho andado, tendo jogadores de qualidade. Vindo de uma derrota que nos doeu muito, vínhamos de sete vitórias, ninguém estava à espera, não abalámos, não trememos, porque quando acreditas não tremes, não mudas o teu discurso, porque acreditas no que fazes. Estamos rodeados por outras pessoas que só acreditam nas coisas quando se ganha, mas faz parte do futebol e tens de estar preparado para isso", concluiu.