Portugal
"Impedidos de ganhar". Benfica reage à arbitragem de Soares Dias
2021-05-07 12:35:00
Encarnados apontam "dualidade de critérios" e dizem que juiz "sente-se condicionado a apitar jogos do Benfica"

O Benfica reagiu hoje, através da sua newsletter oficial, à arbitragem do jogo frente ao FC Porto, que terminou empatado a um golo, o que deixa os encarnados a quatro pontos do segundo lugar. O clube da Luz notou uma "dualidade de critérios", na mostragem de cartões amarelos, e dão como exemplo o lance de Pepe, num texto com título esclarecedor: "Impedidos de ganhar".

"O que ficou explícito em campo foi uma dualidade de critérios em matéria disciplinar, com um segundo amarelo perdoado aos 80 minutos a Pepe, seguido de uma anulação de uma jogada de golo", pode ler-se na comunicação aos adeptos.

O Benfica alude, neste lance, à rápida marcação da falta cometida pelo central do FC Porto, que foi cobrada de forma rápida, com Everton a colocar a bola dentro da baliza de Marchesín. Artur Soares Dias, no entanto, mandou repetir o lance, porque não tinha dado ordens para a cobrança. Para os encarnados, há "uma dupla penalização para o Benfica, com influência no resultado". "Nem amarelo, nem jogada de golo, quando já antes, em situações similares, o árbitro tinha deixado prosseguir a marcação da falta", refere o clube lisboeta.

Para sustentar a teoria de que Pepe deveria ser expulso, o Benfica lembra que a falta de Weigl. "A ausência de segundo amarelo é ainda mais incompreensível se tivermos em conta o lance da admoestação imposta a Weigl, logo na primeira parte", compara o clube da Luz.  

"Desejamos a Artur Soares Dias as maiores felicidades no Campeonato da Europa, mas se não consegue ser imparcial e se sente condicionado a apitar jogos do Benfica diante do FC Porto, à imagem do que aconteceu ontem e no passado, iniba-se desse encargo", escrevem. 

Numa análise ao jogo, a newsletter destaca a "emotividade" e "as oportunidades de golo", bem como a atitude do plantel, que soube "passar para uma fase melhor na partida, mesmo depois do golo sofrido". 

E à margem do jogo, o emblema encarnado enaltece "o calor e carinho dos adeptos desde o Seixal até ao Estádio da Luz, mesmo sabendo que o Benfica já não podia ser campeão".