Portugal
"Imagino que o Roger Schmidt viu vários jogos dos galáticos do Real Madrid"
2024-02-27 10:45:00
"Esses tinham cinco jogadores que defendiam e cinco jogadores atacavam", analisa ex-futebolista Maniche

O Benfica tem apresentado uma variação de sistema ao longo da temporada. Em alguns jogos, a equipa campeã nacional tem ido a jogo sem uma referência de área. Roger Schmidt tem, por isso, avançado com um ataque móvel, algo que leva Maniche, antigo internacional português, a realçar que o técnico germânico das águias terá visto jogos dos "galáticos do Real Madrid".

"Para jogar com este sistema, com as variações de dinâmicas e comportamentos, o Benfica tem de optar por outros pensamentos", começou por referir Maniche, certo de que Roger Schmidt se está a basear num modelo que ficou histórico no futebol mundial.

Maniche crê que "Roger Schmidt viu jogos dos galáticos do Real Madrid"

Maniche recordou a altura em que Florentino Pérez decidiu criar a equipa dos galáticos em Madrid e os treinadores do Real eram obrigados a montar um sistema onde os jogadores criativos da frente tinham missões ofensivas e poucas na hora de defender no modelo 'merengue'.

"Imagino eu que Roger Schmidt já viu vários jogos dos galáticos do Real Madrid, galáticos, esses, que tinham cinco jogadores que defendiam e cinco jogadores atacavam. Parece aquilo que aconteceu no jogo do Benfica com o Portimonense", analisou Maniche na CNN Portugal.

O antigo internacional português deu conta que em missão defensiva Roger Schmidt tinha "Bah, António Silva, Otamendi e Ausrnes e ainda João Neves", sendo que, depois, na frente, as despesas de ataque ficaram para "João Mário, Kökçü, Di María, Rafa e Neres".

"Os galáticos também tinham isso com Guti, Zidane, Figo, Ronaldo e o Raúl. E depois os outros defendiam todos", recordou Maniche, acreditando que em jogos de intensidade maior, Roger Schmidt não deveria apostar neste sistema.

"O Benfica contra as equipas mais fortes teve muitas dificuldades. Contra as equipas mais frágeis dá para fazer aquilo que Roger Schmidt fez para este jogo [com o Portimonense]", observou Maniche na análise a um Benfica que tem como unidades de área jogadores como Arthur Cabral, Marcos Leonardo ou Casper Tengstedt e, para alguns, Roger Schmidt prefere o sistema "rodízio".

O Benfica tem um ciclo de jogos mais denso nesta altura da época, em que está a competir em várias frentes. Além da I Liga, o Benfica procura garantir um lugar na final da Taça de Portugal, tendo pela frente o Sporting na meia-final da Prova Rainha.

Na Liga Europa, prova na qual as águias têm aspirações, o emblema da Luz está nos oitavos de final e terá agora de medir forças contra o Rangers, clube da Escócia.