Portugal
“I-Voting potencia os ‘caciques’ de voto”, considera Miguel Poiares Maduro
2020-08-12 22:30:00
Ex-dirigente da FIFA mostra-se contra a implementação deste sistema no Sporting

O ex-dirigente da FIFA e antigo ministro do PSD, Miguel Poiares Maduro, concedeu uma entrevista ao blogue Leonino, no qual falou sobre alguns assuntos da atualidade do Sporting.

Um desses temas foi a eventual implementação do I-Voting no clube leonino. Para o conhecido adepto do Sporting, este sistema traz mais dúvidas do que certezas.

“O problema com o i-voting não é apenas a integridade do sistema. O i-voting permite e potencia aquilo que se designa de “caciques” do voto. Pessoas que controlam e criam sindicatos de votos”, afirmou Poiares Maduro.

Segundo o ex-dirigente da FIFA, é impossível garantir a segurança do I-Voting, no sentido em que o segredo de voto não pode ser garantido, um risco que considera “inaceitável”.

Em relação à possibilidade de nas futuras eleições haver uma segunda volta, Poiares Maduro pensa que essa medida “não é suficiente” para tirar a desconfiança dos sócios nos órgãos sociais do clube.

“Quem acha que o problema do modelo de governo do Clube, e a forma como este induz desconfiança nos Sócios, se corrige apenas com uma segunda volta está enganado. Esta é necessária, mas não suficiente”, comentou.