Portugal
“Hoje não tivemos competência a nível defensivo”, assume Filipa Patão
Redação
2021-01-12 23:15:00
Treinadora do Benfica dá mérito ao SC Braga pela conquista da Taça de Portugal

A treinadora do Benfica, Filipa Patão, lamentou a falta de “competência defensiva” diante do SC Braga, na final da Taça de Portugal, seis dias depois da vitória sobre a formação minhota na final da Taça da Liga.

“Primeiro de tudo quero parabenizar o SC Braga pela vitória. O que eu considero diferente chama-se futebol e o futebol tem disto, quando não somos competentes no momento defensivo, no momento de transição, dado que colocamos tanta gente em zonas ofensivas e queremos procurar ser tão superiores e estar em cima do adversário e ter qualidade na posse”, comentou.

“A partir do momento em que assumimos isso, também temos que assumir a competência a nível defensivo. Hoje, infelizmente, não a tivemos. Nas transições defensivas, estivemos desequilibradas, cometemos alguns erros”, reforçou.

Filipa Patão salientou que “houve um bocadinho também de estrelinha para o SC Braga em certos momentos”, o que acabaria por ditar o desenrolar do encontro.

“Agora, não tenho a menor dúvida de uma coisa, uma equipa que joga assim vai estar sempre mais próxima de vencer mais vezes do que perder”, garantiu.

“Já sabíamos que o SC Braga ia procurar aqui entrar forte, até porque precisava mesmo de ganhar o jogo, precisava mesmo de ganhar uma final. Portanto, era normal que o SC Braga tentasse por tudo entrar forte. Nós não explorámos os espaços que o SC Braga nos deixou precisamente no momento de pressão. Tentaram-nos pressionar mais em cima, tentaram-nos condicionar principalmente o corredor lateral esquerdo. Nós já estávamos à espera disso. Não fomos competentes o suficiente para dar continuidade ao nosso jogo, quando a bola entrava nesse corredor. Portanto, não nos surpreendeu”, analisou a treinadora do Benfica.

“Aqui a questão é que temos que evoluir e continuar a crescer e o caminho é este”, continuou: “Nós temos que estar cientes que quando temos uma ideia de jogo, quando temos dinâmicas que estamos a tentar trabalhar, com duas semanas de trabalho, há sempre momentos em que vamos falhar, em que vamos ser menos competentes”.

“Temos de estar preparados para isso e temos que assumir e eu estou cá para dar a cara e estou a assumir e tenho a certeza absoluta que estas jogadoras vão ser cada vez mais competentes no futuro”, concluiu Filipa Patão.