Portugal
"Há uma geração de árbitros que tem qualidade", diz Sporting
Redação
2021-03-02 15:35:00
Clube verde e branco concorda, porém, que árbitros estrangeiros apitem alguns jogos do campeonato

O Sporting encara com satisfação o projeto do Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol que estará a preparar um programa de intercâmbio que levará a que os jogos das ligas profissionais portuguesas tenham árbitros estrangeiros já a partir da próxima época.

"Além de Soares Dias, há uma geração de árbitros que tem qualidade. Se for uma parceria de intercâmbio, eu não vejo onde é que está o tal atestado de incompetência de que a APAF fala", comentou Miguel Braga, responsável pela comunicação verde e branca, fazendo referência à reação da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol a esta notícia sobre a possibilidade de árbitros estrangeiros apitarem jogos da I Liga.

Para o porta-voz dos leões, tal situação "até pode ser uma coisa bastante interessante", sendo que o Sporting alinha pela ideia de que tudo que for para potenciar o futebol será acolhido com agrado em Alvalade.

"Se for para melhorar a arbitragem em Portugal, diria... tudo Ok, maravilhoso", referiu Miguel Braga, o responsável verde e branco, na Sporting TV.

A este respeirto, recorde-se, a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) já assegurou que tem “a certeza” de que o Conselho de Arbitragem (CA) não passará um “atestado de incompetência” aos árbitros portugueses, chamando estrangeiros para encontros de Ligas nacionais.

O líder da associação de árbitros garantiu que a APAF “não foi consultada” sobre este tema, do qual soube “através dos jornais”, o que considerou “grave” e com um sentido de oportunidade, “no mínimo, discutível”.

De resto, Luciano Gonçalves lamentou que não se fale “dos problemas de base da arbitragem” e lamentou o que aparenta ser uma tentativa de “resolver os problemas pela opinião pública e pelos média”.

A este respeito, Carlos Xistra, antigo árbitro internacional, já disse que vê com 'bons olhos' esta iniciativa numa lógica de partilha de experiências e conhecimento.

"O mundo gira na globalidade. Na UEFA já temos equipas de arbitragem mistas. Veja isto com naturalidade e benefício", reagiu Carlos Xistra, referindo ainda que não raras vezes se elogiam as arbitragens internacionais.