Portugal
Guarda-redes do Varzim diz que golo marcado “foi momento incrível”
Redação
2021-03-20 18:50:00
Ricardo apontou um golo no qual a bola foi de uma área à outra

O guarda-redes do Varzim Ricardo Nunes, que hoje marcou um dos golos da equipa no jogo frente ao Mafra, na II Liga de futebol, confessou que o invulgar tento "foi um momento incrível", embora não tenha sido planeado.

Esta foi a segunda vez que o experiente guardião, de 38 anos, marcou um golo nos campeonatos profissionais, pois há precisamente 15 anos [março de 2006], também ao serviço do Varzim, tinha feito um golo de baliza a baliza, na altura frente ao Moreirense.

"Foi um momento incrível e uma sensação fantástica. Não só por ser raro um guarda-redes marcar, mas também por ser segunda vez que o consigo, curiosamente no mesmo estádio e com o mesmo emblema ao peito", partilhou Ricardo.

O guarda-redes apontou o 2-0 para a sua equipa nesta partida com o Mafra, aos 57 minutos, através de um longo pontapé de baliza, em que a bola bateu na pequena área adversária e sobrevoou o guardião contrário.

"Tento sempre colocar a bola o mais longe da minha baliza e, ao mesmo tempo, criar situações de perigo ao adversário. Desta vez aproveitei um pouco do vento e tive felicidade na forma como a bola desviou no relvado", explicou.

Ricardo Nunes, que além do Varzim já representou clubes como Académica de Coimbra, União de Leiria, FC Porto e Desportivo de Chaves, confessou que nunca pensou em repetir o feito de 2006, quando marcou frente ao Moreirense o primeiro golo da carreira.

"O mais importante é sempre manter a baliza 'a zeros'. É nisso que me foco, mas claro que fico satisfeito por marcar e, sobretudo, por este golo ajudar a equipa a conquistar os três pontos", vincou.

A felicidade de Ricardo contrastava no final do jogo com o desalento do guarda-redes do Mafra Carlos Henriques, que mereceu uma palavra especial do varzinista.

"Fui ter com ele e dizer-lhe que são coisas do futebol. Acontece aos melhores, há que levantar a cabeça e não pensar mais nisso", partilhou.

Ricardo espera que o ânimo dado ao colega de profissão, passe também para o plantel do Varzim, que continua em zona de descida de divisão na II Liga, apesar da vitória de hoje ter dado um novo alento nas contas pela manutenção.

"Ainda temos nove finais pela frente, e queremos continuar a somar pontos. Sabíamos que nem tudo estava mal que perdemos, nem que agora tudo está bem com esta vitória. É preciso repetir a boa atitude de hoje", concluiu o guarda-redes.