Portugal
Futre diz que "Jesus é um génio” e defende que Benfica começa a ser "um Ferrari"
Redação
2021-04-15 11:05:00
Antigo internacional considera que “os jogadores do Benfica estão a dormir a seis pontos”

O Benfica está a nove pontos do Sporting, mas há fatores que desmentem esta matemática, segundo Paulo Futre, que aponta uma realidade diferente. Segundo o antigo internacional, os jogadores do Benfica apresentam-se moralizados e olham a liderança a seis pontos, acreditando que os três pontos que vão disputar com os leões estão ao seu alcance. E este fator mental pode ser decisivo, segundo o ex-futebolista. 

“Os jogadores do Benfica, hoje, estão a dormir a seis pontos. Não estão a nove, estão a seis, porque três pontos dependem deles”, destacaa Futre, que assenta o seu raciocínio, também, no momento de estabilidade dos encarnados, que atravessam uma série de jogos sem perder e sem sofrer golos. E dedica elogios a Jorge Jesus, pela ‘ressurreição’ encarnada. 

“É incrível. É um génio, o meu querido Jorge Jesus. Sempre foi um génio e será sempre um génioIsto é um Ferrari. A forma como ele põe as equipas a jogar é um Ferrari. E isto já começa a ser. Levar esta dinâmica de vitórias só está ao alcance de um génio. Se não fosse um génio, estava no limite”, defende, no programa de comentário desportivo em que participa na CMTV.

O plantel encarnado foi devastado pela pandemia, “mais do que os outros”, segundo Futre, mas conseguiu “sair do buraco”: Todos foram prejudicados com a covid-19, mas o Benfica foi mais do que os outros. Depois do caos de fevereiro, ainda por cima com o Benfica estava a perder jogos, e não era fácil sair do buraco.  Se fosse outro treinador, mais uma ou duas derrotas e... muito obrigado e venha outro. Assim é o futebol. Jorge Jesus consegue recuperar e está a fazer isto. 

Numa análise ao que resta do campeonato, o antigo internacional diz que “tudo pode acontecer”. Porém, apesar dos dois maus resultados da equipa leonina, Paulo Futre lembra que, no início da época, ninguém acreditaria que o Sporting poderia sagrar-se campeão.  

“Eu e todos os sportinguistas, em agosto, tínhamos assinado que estaríamos, a 14 de abril, com mais seis pontos do que o segundo, a oito jornadas do fim? Estes jovens não podem cair. Reagiram bem quando foram eliminados da Liga Europa e da Taça de Portugal”, acredita o ex-futebolista. 

Futre, sportinguista e adepto do Atlético Madrid, observa realidades semelhantes, nas ligas portuguesas e espanhola, com lideranças que foram folgadas e que começam a ficar em risco. As próximas jornadas serão decisivas, para perceber se as tendências de aproximação dos rivais se confirmam, ou se os líderes regressam aos grandes momentos da época.