Portugal
"Fontelas e Tiago Craveiro estão metidos nisto. SC Braga não pode ser beliscado"
Redação
2021-03-18 11:40:00
Nomeações para jogos onde se decidem as vagas para a Champions geram polémica

A arbitragem do recente embate do SC Braga em Famalicão continua a dar que falar, sobretudo depois de o Benfica, através da sua newsletter oficial, ter aludido ao penálti a favor dos bracarenses nessa partida.

No encontro entre a equipa famalicense e o SC Braga, que terminou empatado a duas bolas, o árbitro Manuel Oliveira assinalou um castigo máximo a favor dos guerreiros do Minho que tem causado polémica.

Os famalicenses venciam por 1-0 quando, já perto do intervalo, Ricardo Horta caiu na área do Famalicão. Imediatamente, o árbitro assinalou penálti, por considerar que Gustavo Assunção tinha cometido falta sobre o jogador bracarense.

Chamado a analisar o lance para destacar se houve toque de Gustavo Assunção ou se se tratou de uma simulação de Ricardo Horta, o VAR validou a decisão do árbitro Manuel Oliveira. E Ricardo Horta marcou o golo, que na altura valeu o empate a uma bola da partida que terminaria num 2-2 final.

O SC Braga segue em luta com Sporting, Benfica e FC Porto pelos lugares cimeiros da classificação e Octávio Machado entende que o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) tem de nomear árbitros com experiência para jogos onde estão em causa os milhões da Champions. E lamenta que tenha sido chamado Manuel Oliveira para o embate de Famalicão.

"Se o Tiago Craveiro é o pai e a mãe disto tudo tem de ter o poder de sancionar bem as situações que estão a lesar o futebol. E não quero ir mais longe", disse Octávio Machado, acabando mesmo por ir mais longe.

"O Fontelas Gomes e o Tiago Craveiro estão metidos nisto, admitem isto e não podem admitir", referiu, criticando as nomeações também para o VAR em jogos onde se poderão decidir as vagas para a Liga dos Campeões do próximo ano.

"Eles têm o poder todo. O Fernando Gomes fez um investimento na Federação Portuguesa de Futebol enorme tanto no Ferrari como na formação", lembra o ex-diretor do Sporting, que também treinou os leões e chegou a orientar o FC Porto.

Octávio Machado fez questão de destacar que não quer "beliscar" o campeonato do SC Braga mas diz que é preciso ver as coisas tal como são. "Desculpem lá. O SC Braga não tem nada que ver com isto, não pode ser beliscado. O SC Braga tem feito uma época extraordinária. Estamos a falar do descaramento de nomear um VAR para um jogo destes, acontecer um erro destes [penálti sobre Ricardo Horta] e depois não acontecer nada. Depois não venham dizer que o Fontelas e o Craveiro não são responsáveis", indicou Octávio Machado.

Em comentário na CMTV, o ex-diretor leonino questionou a FPF e a Liga pelo facto de não aproveitarem ex-jogadores para desempenharem as funções de delgados nos jogos.

"Os jogadores de futebol têm sido aproveitados depois de acabar as suas carreiras? Temos gente de qualidade, com estatuto. Vês algum como delegado da Liga nos jogos? Há algum delegado da Liga que seja ex-jogador?", perguntou.

Octávio Machado salientou que se a função de delegado fosse desempenhada por ex-jogadores, algumas questões nos túneis poderiam ser evitadas.

"Se calhar, se tivessem homens de futebol ajudavam a resolver muitos problemas no final dos jogos e ao intervalo. Os jogadores fazem o futebol e quantos foram aproveitados? Zero", lamentou Octávio Machado.