Portugal
"Felizmente temos o FC Porto na Champions. É a única equipa que nos dá alegrias"
Redação
2020-12-02 12:25:00
Dragões apurados para os oitavos de final da prova milionária

Antigo jogador de FC Porto, Sporting e Benfica, entre outros emblemas, Fernando Mendes entende que é preciso dar mérito ao que os dragões conseguem fazer na Liga dos Campeões.

"Felizmente temos o FC Porto na Liga dos Campeões que é a única equipa que nos consegue dar alegrias na Champions", afirmou Fernando Mendes, realçando que os dragões, por norma e tradição, costumam avançar para as fases a eliminar da Champions.

"Consegue passar, consegue fazer bons jogos, apesar de ter sorte, consegue bater-se com estes adversários. Tem que se dar os parabéns ao FC Porto", referiu Fernando Mendes.

O ex-futebolista sublinhou ainda que a equipa às ordens de Sérgio Conceição não é, como o Manchester City se queixou, de uma equipa que se lamenta muita em campo.

"Normalmente, os jogadores do FC Porto não são muito queixosos", disse Fernando Mendes na CMTV, realçando que encontra apenas um jogador que vai frequentemente protestando.

"Tem um que está sempre metido nas confusões que é Otávio", salientou Fernando Mendes na reação à passagem do FC Porto para os oitavos de final da Liga dos Campeões quando ainda falta disputar a derradeira jornada da fase de grupos.

Os dragões são a única equipa portuguesa em prova e têm brilhado na montra milionária europeia do futebol, situação que não deixou de ser destacada pela newsletter do FC Porto com reparos para a "imprensa de Lisboa".

"O sucesso do FC Porto na competição de futebol mais difícil do mundo está longe de ser novidade, mas não pode ser diminuído ou banalizado", salientaram os azuis e brancos, referindo que os apuramentos para as fases mais adiantadas da prova dos milhões são como "o algodão [não enganam]".

Os dragões só precisavam de um ponto para passar, pela 12.ª na sua história, à fase a eliminar da prova, e apesar de terem sofrido, perante o ascendente do conjunto inglês que dispôs de várias oportunidades para marcar, seguraram com ‘unhas e dentes' o resultado, com o decisivo contributo do guarda-redes Marchesin.