Portugal
FC Porto é a equipa com mais reviravoltas alcançadas
2022-01-11 09:30:00
Portistas não consentiram nenhuma aos adversários nos seus embates

O campeão de inverno FC Porto também é a equipa com melhor balanço nas reviravoltas na primeira volta da edição 2021/22 da I Liga portuguesa de futebol, ao conseguir quatro, das 17, e não consentir nenhuma.

Os ‘dragões’ conquistaram quatro dos 15 triunfos em encontros em que começaram a perder, três entre as rondas oito e 12, na receção ao Paços de Ferreira (0-1 para 2-1), em Tondela (0-1 para 3-1) e em casa com o Vitória de Guimarães (2-1), e a última a fechar a primeira volta, no Estoril (0-2 para 3-2).

Luis Díaz e Wendell ‘deram a volta’ aos pacenses, à oitava ronda, Taremi conseguiu um ‘hat-trick’ para selar a solo a reviravolta em Tondela, à nona, e o colombiano, novamente, e Evanilson viraram o embate com os vimaranenses, à 12.º.

Na jornada 17, o FC Porto teve um desafio ainda mais complicado, já que perdia ao intervalo por 2-0 no Estoril, mas conseguiu dar a volta, com tentos de Taremi, mais um de Luis Díaz e, sobre os 90 minutos, um do suplente Francisco Conceição, filho do técnico.

No segundo lugar da tabela das reviravoltas, e apesar de ser uma das vítimas dos ‘dragões’, segue o Vitória de Guimarães, que deixou fugir no Dragão a vantagem conquistada com um penálti de Marcus Edwards, mas deu a volta a três desvantagens.

Como os portistas, a formação comandada por Pepa logrou dar a volta a um 0-2, o que aconteceu à 14.ª ronda, perante o Tondela, que acabou por bater por 5-2, conseguindo também inverter dois 0-1 em 2-1, em Famalicão e Paços de Ferreira.

Arouca, Benfica, Marítimo e Vizela também têm números positivos, enquanto Sporting e Estoril Praia apresentam saldo ‘nulo’, sendo que os ‘leões’ foram a única equipa que desperdiçou duas vantagens no mesmo jogo, no reduto do Santa Clara, onde esteve a vencer por 1-0 e 2-1 e caiu por 3-2.

Entre as 18 equipas participantes na edição 2021/22 da I Liga, o Tondela foi o que esteve envolvido em mais reviravoltas: ‘transformou’ duas desvantagens em vitórias, mas viu quatro vantagens acabarem em outras tantas derrotas.

No plano negativo, estão ainda Santa Clara, Moreirense, Portimonense, Paços de Ferreira e Famalicão, este último no fundo da tabela, com três reviravoltas sofridas.