Portugal
"Farto de fanfarronice estou eu. Já ouvi fanfarronice de um lado e de outro"
Redação
2021-02-22 15:10:00
"A única coisa que o Sporting ganhou foi a Taça da Liga", salientou Fernando Mendes

Rúben Amorim continua sem mudar uma vírgula ao discurso e não assume o favoristimo muito menos a candidatura ao título, isto numa altura em que é líder de forma isolada.

Em Alvalade, o título não mora há quase 20 anos e, por isso, a comunicação para o exterior tem sido pautada por cautelas e cuidados frequentes desde a cúpula diretiva ao treinador e aos jogadores.

A expressão de ordem é 'jogo a jogo' e tem sido assim que o Sporting tem conquistado vantagens na frente do campeonato, não sendo segredo para ninguém que, entre os adeptos, cresce a euforia.

Fernando Mendes, antigo jogador dos leões, recusa a ideia de que há "excesso de humildade" e lembra que "quem andou na bola" sabe que "de um momento para o outro tudo pode mudar".

"Há muito jogo pela frente. O Sporting tem vindo a ganhar e ainda não perdeu jogo nenhum. É excelente mas a única coisa que ganhou foi a Taça da Liga", salientou o ex-futebolista do conjunto de Alvalade.

Para Fernando Mendes, é necessário que as pessoas coloquem "os pés no chão" e não comecem já a antecipar festas. "Farto de fanfarronice estou eu. Já ouvi fanfarronice de um lado e de outro. Tranquilos e ir jogo a jogo", indicou Fernando Mendes, esperando uma vitória na próxima jornada, no Estádio do Dragão, mas lembrando que pela frente estará um rival complicado.

"O FC Porto é uma grande equipa mas é excelente chegar lá com estes pontos de distância", considerou Fernando Mendes, alinhando pelo mesmo discurso de Rúben Amorim.

O treinador já disse que o Sporting não pode abrandar o ritmo na corrida do campeonato. "Não podemos ter dias de folga, tivemos alguns defeitos, mas as mesmas virtudes na entrega", disse, depois de vencer o Portimonense e não alterando a sua forma de comunicar.

"É um bom número, oitava vitória, descansamos, fazemos reset. Só pensamos jogo a jogo", confirmou Rúben Amorim.

Imbatíveis no campeonato, onde somam 17 vitórias e três empates, os leões somaram mais três pontos na última ronda frente ao Portimonense, no último sábado, ao adiantaram-se no marcador aos 27 minutos, através do central marroquino Feddal, em recarga a um primeiro remate, com o extremo Nuno Santos, aos 31, a sentenciar, depois de aproveitar um erro defensivo, com um vistoso trabalho individual.