Portugal
Famalicão perde se "estiver tão débil como no último jogo", diz João Pedro Sousa
2020-10-23 18:30:00
Treinador alerta para a necessidade da equipa "evoluir e corrigir"

O treinador do Famalicão admitiu hoje que se a equipa estiver "tão débil e fraca como em momentos do último jogo, vai certamente perder" no encontro com o Boavista, da quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

João Pedro Sousa garantiu, em conferência de imprensa de antevisão da partida, que a equipa famalicense precisa melhorar vários aspetos do seu jogo, mas reconheceu que, ainda assim, sente que o grupo "está a evoluir".

"A pressão é igual para os dois. O Boavista quer ganhar e o Famalicão também. Para nós é fundamental perceber onde temos de evoluir e corrigir relativamente ao último jogo. Tendo a noção de que se formos tão débeis e tão fracos como fomos em determinados momentos do último jogo vamos perder o jogo. Temos essa consciência", começou por referir o técnico.

João Pedro Sousa revelou-se consciente de que este ainda não é o melhor momento do Famalicão, mas mostrou-se esperançado em relação ao futuro.

"Sentimos que equipa está a evoluir. Longe de estarmos perfeitos, mas estamos melhor. Mas precisamos de trabalhar muito mais, precisamos de várias unidades de treino, várias semanas de trabalho. Neste jogo não vai ser o melhor Famalicão mas penso que estamos no caminho certo e já se vê muita coisa do que pretendemos e que os jogadores também querem", disse ainda.

O treinador sabe o que é preciso trabalhar e corrigir e relembrou uma promessa que fez no início da época e que ainda espera ver cumprida.

"Temos que retificar alguns pormenores no nosso processo defensivo. Foi uma promessa que eu fiz, sofrer menos golos este ano e mantenho. Sofremos nos jogos todos, mas também marcámos. Mas é um aspeto que temos que evoluir", concluiu.

O Famalicão, oitavo classificado, com cinco pontos, recebe no domingo, às 17:30, o Boavista, no 17.º lugar, com dois pontos, numa partida da quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol, e que será arbitrada por Tiago Martins, da Associação de Futebol de Lisboa.