Portugal
Famalicão goleia Marítimo e agrava crise dos insulares
Redação
2021-03-21 20:35:00
Madeirense Ivo Vieira ‘injeta’ antídoto vitorioso aos minhotos

O Famalicão venceu hoje o Marítimo 4-0, no segundo jogo do madeirense Ivo Vieira no comando técnico da formação nortenha, com golos apontados por Ivo Rodrigues e Anderson Silva, na 24.ª ronda da I Liga.

Com este resultado, o Famalicão afastou-se da zona de despromoção, com 23 pontos, encontrando-se na 14.ª posição da tabela, em igualdade pontual com o Portimonense, que se encontra uma posição acima.

O Marítimo, após a pesada derrota sofrida dentro de portas, voltou, pela terceira vez esta época, ao último lugar da tabela classificativa, com um total de 21 pontos.

As duas formações estrearam técnicos na jornada anterior (o terceiro esta época para os dois lados). O espanhol Júlio Velázquez levou o Marítimo a vencer o dérbi madeirense diante do eterno rival Nacional (2-1), enquanto o Famalicão, sob as ordens de Ivo Vieira, empatou diante do Sporting de Braga (2-2).

O anfitrião Marítimo entrou melhor na partida, usufruindo das primeiras oportunidades, com Rodrigo Pinho e Joel a não conseguirem finalizar da melhor maneira, com o primeiro ainda a ficar caído, aos nove minutos, pedindo grande penalidade, que Fábio Veríssimo, em posição frontal para o lance, nada assinalou.

Numa partida disputada, e já depois de cada um dos conjuntos desperdiçar boas ocasiões, numa jogada de insistência, o Famalicão abriu o marcador através de Ivo Rodrigues, que, apesar de estar rodeado por quatro atletas maritimistas, conseguiu encontrar o caminho da baliza, aos 32 minutos.

Galvanizados com o golo, os famalicenses voltaram a festejar cinco minutos depois, num lance que deixou Milson, que até então se destacava pela positiva, mal na 'fotografia', ao calcular mal um atraso de bola, que permitiu que Anderson Silva intercetasse o esférico, colocando-o no fundo das redes da baliza de Amir.

Ao minuto 40, grande penalidade assinalada a favor da equipa da casa por falta de Riccieli sobre Joel. Rodrigo Pinho assumiu a conversão do castigo máximo, aos 42, mas acabou atirando ao lado da baliza, desperdiçando a oportunidade de reduzir a desvantagem antes do descanso.

O Famalicão entrou melhor na segunda parte e aumentou a vantagem aos 50, com o ‘bis’ de Ivo Rodrigues, que atirou à entrada da grande área.

Júlio Velázquez refrescou o setor ofensivo, com a entrada de Alipour, Fumu Tamuzo e Rúben Macedo, que em nada acrescentaram, permitindo que o Famalicão gerisse o jogo com alguma tranquilidade e ainda chegasse novamente ao golo.

O quarto golo surgiu de uma arrancada pela direita de Gil Dias, que encontrou a cabeça de Anderson Silva, assinando, à semelhança de Ivo Rodrigues, mais um ‘bis’ na partida.