Portugal
Famalicão e Belenenses SAD empatam na abertura da jornada
Redação
2021-02-12 22:30:00
Minhotos somam quinto jogo sem vencer

Famalicão e Belenenses SAD empataram hoje, sem golos, numa partida equilibrada, mas sem grandes oportunidades, relativa à 19.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

As duas equipas precisam urgentemente de conquistar pontos para fugir dos últimos lugares. Os famalicenses, no antepenúltimo lugar, com apenas 15 pontos, estão há cinco jogos sem vencer. O Belenenses SAD, com mais três pontos, continua a lutar por mais conforto na tabela classificativa.

Em relação ao último jogo, com o Benfica, o Jorge Silas fez duas alterações. Babic e Herrera saíram para dar lugar a Riccieli e Alexandre Guedes. Já na equipa do Belenenses SAD a única alteração levada a cabo por Petit foi a saída de Gonçalo Silva e a entrada de Diogo Calila.

O jogo começou morno e com um ligeiro ascendente da equipa visitante. No entanto, o Famalicão até foi o primeiro a criar perigo junto da baliza de Kritciuk. Aos nove minutos, após um cruzamento de Rúben Vinagre, Alexandre Guedes cabeceou ligeiramente ao lado.

Mas a equipa esmoreceu e o resto da primeira parte foi dominada, em grande parte, pela formação comandada por Petit.

A primeira ameaça aconteceu aos 17 minutos. Rúben Lima rematou forte à baliza e a bola passou a rasar o poste, depois de um desvio de um defesa famalicense.

Logo depois, Tomás Ribeiro apareceu completamente solto na área e rematou com força. Valeu uma defesa, quase que por instinto, de Luiz Júnior.

A pressão da equipa lisboeta intensificava-se a cada minuto. Aos 19 minutos, um remate de Miguel Cardoso por pouco não dava em golo. A bola, mais uma vez, passou muito perto do poste.

Jorge Silas foi abrigado a fazer uma alteração ainda antes do intervalo depois de Rúben Vinagre sair de maca, devido a uma cotovelada de Varela. Verdonk foi o escolhido para substituir o jogador lesionado.

No segundo tempo, a partida equilibrou-se e o Famalicão revelou-se mais eficaz ofensivamente, no entanto, continuou com dificuldades na finalização.

Ainda assim, os minutos finais foram os de maior emoção, com as duas equipas a conseguirem criar situações que por muito pouco não resultaram em golo.

Aos 80 minutos, Taira fez para Varela, sem oposição da defesa do Famalicão, mas Luiz Júnior saiu da baliza e desarmou o adversário.

Já no último minuto do tempo regulamentar foi a vez de Afonso Sousa ameaçar a baliza famalicense. O jogador arrancou do meio-campo e rematou de fora da área, valendo o desvio do guardião brasileiro para canto.

A poucos segundos do apito final o Famalicão também fez tremer o adversário. Anderson dominou na área e atirou à meia volta, mas a bola acabou por sair ligeiramente por cima.