Portugal
Golos de Anderson e Iván Jaime dão vitória ao Famalicão frente ao Paços
Redação
2021-04-04 22:00:00
Famalicão derrota Paços de Ferreira e afasta-se da zona de despromoção

Um golo de Anderson e outro de Iván Jaime permitiram ao Famalicão vencer hoje o Paços de Ferreira, por 2-0, em jogo da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Este foi o terceiro jogo de Ivo Vieira no comando técnico da equipa minhota e o sétimo ponto conquistado pelo técnico na luta pela permanência, como consequência de duas vitórias e um empate.

O Paços de Ferreira, equipa sensação do campeonato, não pontuou mas mantém-se no quinto posto da classificação, com 44 pontos. Já o Famalicão manteve o 14.º posto, com 26 pontos, os mesmos de Belenenses SAD e Portimonense.

Para a recuperação do Famalicão na tabela, além do novo treinador, muito tem contribuído Anderson, que inaugurou o marcador frente ao Paços de Ferreira. Foi o quinto golo do brasileiro nesta edição da I Liga e o quarto nos últimos três jogos.

Com Patrick William, Iván Jaime e Heriberto Tavares no ‘onze’, nos lugares que pertenceram a Babic, Gustavo Assunção e Ivo Rodrigues na goleada (4-0) ao Marítimo da jornada anterior, o Famalicão entrou dominador na partida e criou perigo logo no primeiro minuto, com Riccieli a cabecear ligeiramente por cima da barra da baliza do Paços de Ferreira.

Aos 11 minutos, o remate de Gil Dias acertou no alvo, mas Jordi aplicou uma boa defesa, adiando o primeiro golo do Famalicão. Perto do fim da primeira parte, o guarda-redes da equipa pacense nada conseguiu fazer para travar o remate certeiro de Anderson, após jogada de grande virtuosismo técnico e velocidade de Rúben Vinagre, que pegou na bola junto à linha de meio-campo, ultrapassou vários adversários e assistiu o colega à entrada da área do Paços de Ferreira.

Em relação ao ‘onze’ da vitória (3-0) sobre o Moreirense, na ronda anterior, Pepa lançou Adriano Castanheira no lugar do castigado Luther Singh, mas a equipa pacense encontrou muitas dificuldades para criar lances de perigo.

Já se jogava a segunda parte, quando Luiz Carlos tentou o empate, num remate de longe que saiu ao lado.

O médio pacense foi substituído pouco tempo depois, na primeira ronda de substituições que Pepa promoveu, com o objetivo de oferecer maior frescura e definição ao ataque.

A aposta não vingou imediatamente e até foi o Famalicão que aumentou a vantagem, com Iván Jaime a ‘picar’ a bola por cima de Jordi, após ter sido desmarcado por Gil Dias.

O Paços de Ferreira não baixou os braços e chegou mesmo a festejar, ao minuto 71.

Douglas Tanque ‘furou’ as redes da baliza de Luiz Júnior, mas o golo foi revertido pelo videoárbitro, uma vez que o atacante pacense tinha tocado a bola com o braço.

Passado o ‘susto’, o Famalicão controlou o jogo até ao final e conquistou três preciosos pontos que o fazem ‘respirar melhor’ na tabela classificativa.

Já depois do apito final, o avançado pacense, Douglas Tanque, viu o cartão vermelho direto por protestar com a equipa de arbitragem liderada por Nuno Almeida.