Portugal
“Falta de valores no futebol em Portugal é uma evidência diária e constante”
2020-07-25 12:10:00
Duarte Gomes fala de um “viveiro de falta de noção e vergonha”

O antigo árbitro de primeira categoria, Duarte Gomes, fala sobre a falta de ética nas esferas maiores da sociedade, entre as quais o futebol.

Duarte Gomes considera que é nas “áreas de maior poder e robustez financeira” que abundam os maus exemplos e diz que em Portugal a mesma “é uma evidência diária e constante”.

“Diferente, bem diferente, é a tal falta de valores nas esferas maiores, como o futebol, a política ou a banca, com danos colaterais catastróficos. Em Portugal [e em tantos outros pontos do globo], isso é uma evidência diária e constante. Um ‘modus operandi’ [quase] instituído”, afirmou Duarte Gomes em artigo de opinião na Tribuna Expresso.

Como tal, o ex-árbitro fala que não faltam exemplos de “condutas desviantes e impróprias” e que chocam pela “forma despudorada como são feitas”.

“Promiscuidades sucessivas, ajustes diretos inconcebíveis, benefícios impróprios a familiares, contornos imorais de leis, regulamentos, cláusulas contratuais, etc…”, enumera Duarte Gomes, acrescentando que isto é “um viveiro de falta de noção e vergonha”.

Lamentando que não se possa fazer muito nesta matéria, o antigo árbitro internacional ressalva que não se deve baixar os braços e que “importa falar, denunciar, criticar e censurar”, já que, na perspetiva de Duarte Gomes, retira o “conforto” de quem está “imoralmente acima dos outros”.