Portugal
Ex-administrador do Sporting elogia "batalha" de "Proença e Pinto da Costa"
2020-09-15 16:15:00
Miguel Cal teme futuro dos clubes caso adeptos não voltem em breve às bancadas

Antigo administrador da SAD do Sporting, Miguel Cal entende que as autoridades devem avaliar o regresso dos adeptos aos estádios e teme que, se tal não acontecer, a fatura para os cofres dos clubes pode vir a ser pesada.

Em mensagem deixada nas redes sociais, Miguel Cal entende que se podem pensar em alternativas aos estádios com bancadas vazias e destaca que, até ao momento, a luta contra este cenário tem sido "uma batalha pelo futebol que aos dias de hoje apenas Pedro Proença e Pinto da Costa travam".

No Twitter, Miguel Cal revelou que "há soluções que podem e devem ser testadas", dando o exemplo de outros países onde o contágio tem sido controlado.

"No Japão há adeptos no futebol e ainda não foi registado um único caso de contágio", salientou Miguel Cal, ele que, nesta terça-feira, em artigo que assina no Record, já abordava esta temática, temendo pelas finanças dos clubes.

"Não têm estrutura ou almofada que lhes permita aguentar este impacto durante muito tempo. O secretário de Estado do Desporto, afirma que não conhece nenhum clube que tenha fechado portas. Pois esse comboio vem a toda a velocidade e podemos ficar a olhar para ele ou fazer alguma coisa", avisa Miguel Cal.

O antigo administrador da SAD do Sporting alerta ainda que são precisas medidas sob pena de em breve as coisas piorarem ao nível de tesouraria.

Aliás, Miguel Cal entende que os clubes vivem "momentos de pressão dramática".

Tags: