Portugal
"Eu disse a Vieira que pode sair pela porta pequena se não cuidar do futebol"
Redação
2021-02-22 12:50:00
Ex-responsável pelo futebol do Benfica diz que Lage e Rui Vitória saíram "por muito menos"

O Benfica continua a desiludir os adeptos nesta temporada e Gaspar Ramos, antigo responsável pelo futebol encarnado, diz que o clube precisa de um 'abanão'.

"Este plantel é francamente melhor do que os de há três ou quatro anos mas, no campo, não transmitem essa qualidade. É preciso fazer alguma coisa internamente com o grupo. O balneário não funciona", avisou Gaspar Ramos, lamentando que Jorge Jesus não dê sinais de que consegue mudar a situação.

"O Rui Vitória e o Bruno Lage saíram por muito menos. Dá a sensação que [Jorge Jesus] não sabe o que deve fazer para alterar as coisas. Sente-se isso na atuação junto da equipa e na comunicação", comentou o ex-dirigente encarnado.

Após o jogo de Faro, recorde-se, Jorge Jesus justificou que o Benfica não tem vindo a ganhar fora de portas mas "também é verdade que o Benfica não perde”. Este argumento está, de resto, a desagradar a adeptos e antigas glórias do clube.

O Benfica ocupa o quarto lugar e tem o Paços de Ferreira cada vez mais próximo e os rivais das posições dianteiras cada vez mais longe. A equipa da Luz somou em Faro o sexto empate nas últimas nove rondas - mantém-se no quarto lugar da classificação, com 39 pontos, agora a 15 do líder Sporting.

Aqui chegados e depois da aposta no regresso de Jorge Jesus à Luz, Gaspar Ramos diz que Luís Filipe Vieira terá a sua posição comprometida à do treinador.

"Não sei até que ponto havendo uma ligação tão grande de Jesus ao presidente, o Jesus é treinador do presidente, compromete a posição do presidente", analisou Gaspar Ramos, notando que a estrutura está a falhar.

"Isto tem que ver com várias coisas para além do treinador, que é o principal responsável. A estrutura do futebol não tem permitido que algumas coisas sejam corrigidas. Esta situação é desoladora", admitiu Gaspar Ramos, em declarações na Antena 1.

Por sua vez, na Renascença, Gaspar Ramos admitiu que não pensa em eleições antecipadas mas não coloca de parte esse cenário, dizendo que avisou Luís Filipe Vieira que deveria cuidar do futebol sob pena de "sair pela porta pequena" da Luz.

"Disse-lhe que se ele não ganhasse no futebol, as pessoas iam-se esquecendo da grande obra que ele fez. E é uma pena, porque nós, benfiquistas, temos de reconhecer que Luís Filipe Vieira fez e vai deixar uma grande obra no Benfica. Mas pode sair pela porta pequena se não cuidar do futebol de uma maneira muito a sério", confessou Gaspar Ramos.

O ex-dirigente insistiu ainda que o Benfica não tem "uma estrutura adequada às necessidades de um grande clube".

O Benfica vira agora atenções para o jogo frente ao Arsenal, na quinta-feira, a contar para a segunda mão dos 16 avos de final da prova europeia. No primeiro duelo, os encarnados empataram a uma bola na condição de equipa visitada.