Portugal
"Estava na altura de regressar a Portugal e não poderia ser num clube qualquer"
Redação
2020-09-08 20:50:00
Ricardo Quaresma apresentado oficialmente como jogador do Vitória de Guimarães

O internacional português Ricardo Quaresma foi hoje apresentado oficialmente como reforço do Vitória de Guimarães.

"O que me fez vir para o Vitória foi a confiança. Estava na altura de regressar a Portugal e não poderia ser num clube qualquer", afirmou o extremo, de 36 anos.

À mesma hora a que a seleção nacional defrontava a Suécia, o 'Mustang' prometeu estar sempre pronto para jogar com a camisola das quinas.

"Quando o Fernando Santos me quiser convocar eu estou disponível. Mas a minha principal preocupação é a minha equipa", salientou.

Quaresma prometeu "acabar a carreira no Vitória" e garantiu ser capaz de "trazer muita coisa" à equipa de Guimarães.

"Sinto-me bem fisicanente e o resto deixo com o talento que Deus me deu. Vamos fazer um grande trabalho. Somos uma equipa jovem e com alguns jogadores experientes e acredito que iremos fazer um grande campeonato, que é esse o nosso objetivo", adiantou.

O antigo jogador de Sporting e FC Porto frisou ainda que não recebeu qualquer proposta do Boavista, sendo que os portistas manifestaram pouca abertura para uma terceira aventura de Quaresma no Dragão.

"No Boavista ninguém falou comigo. Com o FC Porto não houve muitas conversas e o Vitória foi o clube que me deu confiança, que acreditou em mim. Estou aqui para dar tudo por este clube, por estas pessoas, que merecem o meu respeito e que eu dê tudo por eles", explicou.

Vencedor de um Campeonato da Europa, uma Liga dos Campeões, uma Taça Intercontinental, quatro Ligas portuguesas, três Supertaças e duas Taças de Portugal, duas Ligas italianas e duas Ligas turcas, Quaresma veio elevar o nível da I Liga ao assinar pelos conquistadores.

"Fico feliz porque o nosso campeonato está a ficar competitivo. É gratificante acabar a carreira em Portugal e num clube como o Vitória. Não posso acabar a carreira sem o apoio dos adeptos, sem o barulho que eles fazem naquele estádio. Espero que possam regressar, porque os adeptos fazem falta", afirmou.

[Em Atualização]