Portugal
“Estamos preparados para ultrapassar esta crise”, garante Jesus
Redação
2021-02-28 14:25:00
Treinador diz que o Benfica está "alegre" e só pensa em vencer o Rio Ave

O treinador do Benfica revelou que o grupo de trabalho está “desejoso” de regressar às vitórias já amanhã, diante do Rio Ave, em partida da 21.ª jornada da I Liga.

“Nos momentos dificeis é que se constrói os grandes jogadores e treinadores”, adiantou o técnico, em declarações à BTV, não tendo sido realizada a habitual conferência de imprensa.

“Sabemos que estamos num momento difícil e estamos preparados para ultrapassar esta crise de alguns resultados. Também trabalhámos no aspeto psicológico, não foi só no físico, e a equipa mostrou-se alegre, com vontade de mudar o último resultado, que não foi uma vitória. Amanhã vamos à procura dessa vitória”, reforçou.

Eliminado da Liga Europa pelo Arsenal, o Benfica centra agora as atenções na Taça de Portugal e no campeonato, “duas competições onde tem muito a recuperar e ganhar”.

Na I Liga, “a prioridade é passar o rival que está à frente”, neste caso o SC Braga. “Estando em quarto é tentar passar o terceiro, depois o segundo. Depois de passar o segundo, pensar se ainda há capacidade pontual para tentar o primeiro lugar” explicou.

“Neste momento, não há outra maneira, temos de ir à procura dos rivais que estão à nossa frente. As nossas contas só podem ser feitas jogo a jogo”, insistiu.

Sem poder contar com Otamendi na partida com o Rio Ave, dado que o argentino cumpre castigo, Jorge Jesus revelou que não descarta voltar a apostar num sistema com três centrais, que deu “sinais muito bons” nas duas partidas com o Arsenal.

“Cada jogo tem a sua estratégia, muito em função também do adversário. O jogo de amanhã tem outras caraterísticas. Nas poucas horas que estivemos de treino trabalhámos em cima dessa possibilidade de voltar a jogar com os três centrais”, adiantou.

Nas declarações à BTV, Jesus deixou ainda uma mensagem aos adeptos: “O Benfica faz 117 anos de vida. Para todos os adeptos e sócios do Benfica, este é um momento especial. Sentimos a falta deles no estádio. Estamos desejosos que possam regressar. Não foi por acaso que um dos nossos melhores jogos esta época, na Liga Europa, teve 2000 pessoas no estádio, frente ao Standard Liège”.