Portugal
“Esperamos que Benfica perceba que é questão de transparência", reage o Sporting
Redação
2021-02-22 23:15:00
Miguel Braga "satisfeito" por ver o rival da Luz aderir à "causa" dos leões

O Sporting manifestou agrado – e alguma crítica – pela posição hoje tomada pelo Benfica, que exigiu a divulgação das comunicações entre o árbitro e o videoárbitro (VAR) nas partidas com o Moreirense e Farense, na sequência de um alegado penálti sobre Rafa Silva "sonegado" no encontro com os algarvios.

"É urgente serem conhecidas as comunicações e imagens mostradas nos jogos em que defrontámos Moreirense e Farense. Se o VAR veio para melhorar o futebol, então que se demonstre que tal acontece, começando pela transparência", adiantou o Benfica, entre críticas ao Conselho de Arbitragem.

Através do diretor de comunicação, Miguel Braga, o Sporting lembrou que tem vindo a batalhar pela mesma "causa", ou seja, a divulgação das comunicações entre o árbitro e o VAR.

Ficou, no entanto, o reparo: é preciso que essa exigência seja coerente e não apenas quando um clube (neste caso, o Benfica) alega ter razões de queixa da arbitragem.

“Fico satisfeito que o Benfica adira à nossa causa, mais vale tarde do que nunca, acho é o pedido estranho por ser altamente seletivo, pois querem as comunicações do VAR dos jogos em que acham que têm razão”, provocou o dirigente leonino.

“Isto não é uma situação de quando nos dá jeito, é uma questão de transparência”, insistiu Miguel Braga, em declarações à Sporting TV.

O diretor de comunicação lembrou que o Sporting "tem-se batido nesse sentido há meses", voltando a apontar o dedo à "seletividade" do rival: "Estamos nesse caminho e esperamos que o Benfica deixe de ser seletivo e perceba que isto seja uma questão de transparência".

Foi através da newsletter oficial, hoje, que o Benfica se queixou de ter sido "prejudicado pela equipa de arbitragem" na partida com o Farense, frisando que os lances contestados acabam por gerar intranquilidade na equipa.

"Tudo isto contribuiu para a ansiedade e intranquilidade crescentes no seio da equipa, derivadas não só da classificação atual, mas também do desenrolar do jogo, em que ao desalento por não conseguir transformar em golos as boas ocasiões criadas, acresceu a frustração por se sentir prejudicada por sucessivos erros de arbitragem", salientou o Benfica.