Portugal
“Era uma injustiça tremenda este Estoril ficar de fora”, diz Bruno Pinheiro
Redação
2021-01-27 23:25:00
Bruno Pinheiro assume preferir enfrentar o Belenenses SAD em vez do Benfica na meia-final da Taça de Portugal

O espírito “guerreiro” permitiu ao Estoril chegar ao empate com o Marítimo nos instantes finais do tempo regulamentar, acabando por garantir a passagem à meia-final da Taça de Portugal.

“O Estoril é guerreiro e com qualidade. O nosso pior momento foi quando fomos demasiado guerreiros e pouco racionais. Há a felicidade do penálti, mas era uma injustiça tremenda este Estoril ficar de fora da meia-final da Taça de Portugal”, afirmou o treinador, Bruno Pinheiro, na entrevista rápida à SportTV.

O técnico destacou a forma como a equipa se apresentou em casa do Marítimo, disposta a “jogar mais e melhor” do que a equipa do principal escalão.

“O resultado não é controlável, agora a forma como controlamos o jogo sim. Temos conseguido fazê-lo, umas vezes o resultado aparece, outras nao. Viemos aqui para jogar melhor, felizmente conseguimos e ganhámos o jogo”, reforçou.

Bruno Pinheiro apontou a “humildade” dos jogadores, que permitiu criar “uma equipa que está aí para o bom e para o mau”, e elogiou a estrutura do Estoril, que “dá todo o apoio”.

Desejando enfrentar o Belenenses SAD na meia-final, em vez do Benfica, o técnico prometeu que o Estoril se vai apresentar “com a mesma ambição” das eliminatórias anteriores: “Ir para dentro do campo e ser melhor do que os outros”.