Portugal
"Era mandar já o Enzo embrulhado em papel celofane para onde quiser ir"
2023-01-04 09:40:00
"Quando há uma fruta podre no meio da fruta sã essa fruta tem de ser removida", aconselha ex-vice encarnado

Enzo Fernández falhou os primeiros treinos de 2023 no Benfica, mas, entretanto, já se apresentou no Seixal, ainda que não deva escapar de um processo disciplinar instaurado pela SAD encarnada, até porque viajou à revelia das decisões que Roger Schmidt tinha deixado dias antes, quando disse que a regra de não viajar na passagem de ano aplicava-se a todos os jogadores das águias.

"Somos uma equipa profissional e as regras são para todos e é muito importante para todos os jogadores descansar entre os jogos e estarem preparados para o próximo jogo, não há exceções para isso", afirmou o treinador alemão do Benfica Roger Schmidt, em conferência de imprensa.

Mas Enzo Fernández tinha outras ideias e após o jogo em Braga meteu-se num avião e foi virar o ano na Argentina junto de familiares e amigos. 

Agora, enfrenta o descontentamento generalizado dos adeptos numa altura em que vários clubes tentam a sua contratação já em janeiro, sendo que o Chelsea está na frente para assegurar os serviços do centrocampista, que foi considerado pela FIFA como o melhor jogador jovem do Campeonato do Mundo no Catar.

Para António Figueiredo, antigo vice-presidente do Benfica, não há margem para Enzo Fernández continuar de águia ao peito depois do que fez.

"Na minha opinião, era mandá-lo já embrulhado em papel celofane para o Chelsea ou para onde ele quiser ir", afirmou o antigo vice-presidente do clube da Luz.

António Figueiredo faz notar que o campeão do mundo pela Argentina "não tem capacidade para fazer parte desta equipa do Benfica" e até deixa uma comparação a respeito deste caso de Enzo Fernández.

"Quando há uma fruta podre no meio da fruta sã essa fruta tem de ser removida", destacou a ideia António Figueiredo, antigo vice-presidente da Direção do Benfica, ouvido pela TSF, onde disse que o comportamento de Enzo Fernández é "inadmissível".

"Ele estava na Argentina e avisou que ia passar o ano [Passagem de Ano] na Argentina. Quer dizer, isto não é admissível", criticou o antigo dirigente, não concordando que as atitudes que Enzo Fernández sejam fruto da idade.

"Olhe, eu com 21 anos já era pai de família e já andava na guerra. Tem que ser punido e não pode passar em branco [Enzo Fernández]", apelou António Figueiredo, esperando que a administração da SAD encarnada, liderada por Rui Costa, castigue o jogador. "Não acredito que o Benfica tenha intenções de deixar passar isto em branco", concluiu.