Portugal
Duarte Gomes considera que amarelo a Palhinha foi "decisão incorreta"
Redação
2021-01-27 16:50:00
Antigo árbitro argumenta que "não houve corte de ataque prometedor" e lembra critério largo adotado por Fábio Veríssimo

Duarte Gomes defendeu hoje que a decisão de Fábio Veríssimo de admoestar João Palhinha com um cartão amarelo é "incorreta". O lance ocorreu ontem no Boavista-Sporting, que os leões venceram por 2-0, no Estádio do Bessa.

De acordo com o antigo árbitro, o lance merece ser analisado, porque tem consequências, já que aquele cartão retira o médio do próximo jogo, caso o Conselho de Justiça não dê provimento ao recurso do Sporting. E o próximo jogo é um dérbi com o Benfica.

Segundo a "opinião técnica" de Duarte Gomes, o cartão amarelo não se justifica por diversas razões. Em primeiro lugar, "o contacto foi lateral e o 'chega para lá' é apenas imprudente (não negligente)".

Por outro lado, "vendo em perspetiva, percebe-se que não houve corte de ataque prometedor". Acresce que "a bola estava a ser lateralizada e havia jogadores das duas equipas na zona".

O ex-árbitro entende ainda que o critério utilizado por Fábio Veríssimo, ao longo do jogo entre 'leões' e 'panteras', "não justificava a ação disciplinar naquela situação".

"Tratou-se de uma situação de advertência, que só por si nunca seria colocada em causa. Foi porque o jogador em causa estava 'tapado' em termos disciplinares", salvaguarda Duarte Gomes, que elogia o juiz da partida em todas as restantes decisões ao longo da partida.

"Em tudo o resto - golos validados, golo anulado, infrações, análise de jogadas e exibição de cartões - a arbitragem foi muito, muito boa", defende.