Portugal
Dragão tenta aproximação ao título, leão proibido de perder
2022-02-09 09:05:00
Clássico de sexta-feira decisivo nas contas do título

FC Porto e Sporting medem sexta-feira forças no Dragão, num clássico que poderá lançar ainda mais os ‘dragões’ para o título e que os ‘leões’ estão proibidos de perder, à 22.ª jornada da I Liga de futebol.

Um triunfo, o 17.º consecutivo no campeonato, deixa a equipa de Sérgio Conceição com mais nove pontos do que os atuais campeões nacionais, vantagem no confronto direto e caminho livre para o título, e o empate também seja benéfico para os líderes, já que mantêm uma diferença confortável (seis) sobre o principal rival.

Por isso mesmo, a pressão estará do lado da formação de Rúben Amorim, que terá que fazer o que nenhuma equipa alcançou esta temporada para o campeonato: vencer o FC Porto.

Aliás, os ‘dragões’ têm em casa um recorde absolutamente perfeito, com 10 vitórias em 10 jogos disputados e um registo de 27 golos marcados e apenas seis sofridos.

Caso vença no Dragão, o Sporting relança totalmente o campeonato e deixa tudo em aberto na luta pelo título, com a particularidade de ficar com vantagem direta sobre o FC Porto, caso os dois emblemas terminem a prova empatados.

Do lado da equipa de Sérgio Conceição, o guarda-redes Diogo Costa saiu lesionado do duelo com o Arouca (2-0) na última jornada e está em dúvida. Caso não recupere, será rendido pelo experiente argentino Agustín Marchesín, que promete estar à altura, já que foi o dono da baliza dos ‘dragões’ nas duas últimas temporadas.

No Sporting, Rúben Amorim já sabe que não vai poder contar com Pedro Porro, castigado, depois do espanhol ter regressado em grande forma à equipa ‘leonina’ após paragem devido a lesão. Ricardo Esgaio deverá ocupar o lugar no corredor direito.

Na frente, o técnico do Sporting tem em dúvida Pedro Gonçalves, que foi substituído no encontro com o Famalicão (2-0), com queixas na coxa esquerda.

Caso o melhor marcador da última edição da I Liga não recupere, Rúben Amorim tem várias opções para o seu lugar, com Nuno Santos, Tabata e Edwards a poderem todos entrar no ‘onze’, e até o regressado Slimani, embora essa hipótese seja bem mais remota.

Na primeira volta, no Estádio José Alvalade, registou-se um empate a uma bola, com Nuno Santos a dar vantagem aos ‘leões’ ainda na primeira parte, num lance com assistência do agora ausente Porro, e os ‘dragões’ a restabelecerem a igualdade na segunda metade, pelo colombiano Luis Diaz, que, entretanto, rumou ao Liverpool na reabertura do mercado de transferências.

O clássico tem início agendado para as 20:15.