Portugal
"Derrota tirou essa crença" de que Benfica ainda pode ser campeão, diz Jesus
Redação
2021-04-17 20:40:00
Treinador do Benfica reconhece que desaire com Gil Vicente "atrasou a recuperação" do terceiro classificado

Jorge Jesus garantiu que o Benfica "não atira a toalha ao chão" e continua a sonhar com o primeiro lugar, mas deu a entender que na Luz já se admite que, "na prática", os encarnados não conseguirão ser campeões esta temporada, depois da derrota de hoje com o Gil Vicente (1-2).

"Este jogo tirou-nos a ideia e a sensação que não perdendo podíamos pensar noutros objetivos. Se não chegas ao segundo classificado não podes pensar em chegar ao primeiro. Esta derrota atrasou a nossa recuperação. Não mandamos a toalha ao chão, mas temos que ser práticos. Esta derrota tirou-nos essa crença de podermos atingir outras posições", comentou Jesus, na conferência de imprensa após a partida com o Gil Vicente.

Na análise à partida, o treinador explicou que o Benfica teve 'duas caras', não conseguindo "anular" o Gil Vicente na primeira parte e, na segunda, "mais pressionante", mas sem ultrapassar um adversário "bem organizado, poderoso no jogo aéreo e que jogou um futebol positivo". "Foi uma equipa bem organizada, procurou disputar o jogo, teve algum mérito e o Benfica não conseguiu dar a volta, nem ao resultado, nem à equipa do Gil Vicente", reforçou.

Questionado sobre a aposta nos três centrais, Jesus garantiu que não teve influência na derrota. "Teve muito a ver com a nossa primeira fase de pressão. Depois de acabar o jogo, face ao que temos vindo a fazer com dois sistemas, pensámos que o melhor era o que tínhamos feito nos últimos dois jogos, em Braga e Paços de Ferreira, onde fomos muito fortes. Não estou arrependido, porque não é por termos jogado com três centrais que não fomos tão fortes. Voltámos a cometer alguns erros e, por mérito e alguma sorte, o Gil Vicente acabou por fazer dois golos", concluiu.