Portugal
"Depende da vontade do freguês, é a típica arbitragem"
2023-12-05 15:45:00
"Umas vezes fazem a coisa, outras vezes não fazem", comenta antigo jogador de futebol

As arbitragens voltam a estar em ponto de mira e há um lance no jogo do FC Porto em Famalicão que continua a dar que falar e a levantar dúvidas e considerações entre figuras do futebol. Para Fernando Mendes, antigo jogador de FC Porto, Sporting e Benfica, entre outros emblemas, o árbitro e o VAR deveriam ter avaliado um lance do portista Eustáquio na grande área de outro modo no jogo do campeonato.

"Há um gesto, claro que há um gesto que impede a bola de ir para a baliza, que impede a bola de ir para a baliza. Não há muito a dizer sobre isto", disse Fernando Mendes, lamentando que o jogo tenha sido retomado sem que o árbitro ou o VAR tivessem marcado grande penalidade contra o FC Porto.

Neste jogo, os azuis e brancos acabaram por vencer, aproveitando para reduzir distâncias para o Benfica, que empatou em Moreira de Cónegos nesta ronda, mantendo o dragão a distância para o Sporting que venceu o Gil Vicente.

"Há um gesto, claro que há um gesto que impede a bola de ir para a baliza, que impede a bola de ir para a baliza. Não há muito a dizer sobre isto"

Nas arbitragens, segundo Fernando Mendes, fica claro que "depende da vontade do freguês". "Isto é a típica arbitragem do futebol português", admitiu o antigo jogador de futebol, em declarações na CMTV, onde o lance de Eustáquio na grande área do FC Porto foi analisado pelos comentadores da estação.

"Umas vezes fazem a coisa, outras vezes não fazem. Quando é, não marcam, quando não é, marcam e vamos andando nisto", criticou o ex-jogador de futebol, lamentando o estado atual das arbitragens.

"É o futebol português ao seu mais alto nível. Mais uma arbitragem excelente", concluiu Fernando Mendes, ironizando a respeito da decisão da equipa de arbitragem desse encontro entre o FC Porto e o Famalicão, na região minhota.

O lance aconteceu aos 44 minutos da partida que foi apitada por António Nobre que não indicou para a marca de grande penalidade, entendendo a equipa de arbitragem que o jogador portista não tocou com o braço na bola para que fosse motivo de castigo máximo.

Dentro das quatro linhas, nessa partida da I Liga, o FC Porto derrotou o Famalicão por 3-0 e aproveitou para manter-se nos lugares mais cimeiros da classificação do campeonato nacional.

Na próxima jornada, os dragões recebem a turma do Casa Pia no Estádio do Dragão. O duelo está marcado para o próximo sábado a partir das 20h30.