Portugal
De lesionado a titular, Gonçalo Ramos regressa aos golos na equipa B
Redação
2021-02-22 17:30:00
Jogador falhou deslocação de ontem a Faro, devido a uma mialgia, mas foi titular hoje diante do Mafra

O avançado do Benfica Gonçalo Ramos regressou à equipa B, que defronta nesta segunda-feira o Mafra, e foi titular na partida da 21.ª jornada da II Liga. O jogador, recorde-se, falhou a deslocação a Faro, ontem, devido a uma "mialgia na face posterior da coxa direita". A turma da Luz somou novo desaire, diante do Farense, e está agora a 15 pontos do Sporting.

Segundo nota emitida pelo emblema encarnado, Gonçalo Ramos juntou-se a Jardel e a André Almeida no boletim clínico. "Os atletas estão fora das opções para o jogo com Farense a contar para a 20.ª jornada da Liga. A partida tem início às 20h15 deste domingo, 21 de fevereiro, no Estádio de São Luís, em Faro", informou o clube, na noite de sábado. 

Já recuperado, o jogador mereceu lugar no onze e marcou o primeiro golo do encontro, na conversão de uma grande penalidade, sendo substituído aos 61 minutos.

Gonçalo Ramos notabilizou-se na equipa B, na época passada, e chegou mesmo a ser chamado à formação principal. Estreou-se na 33.ª jornada da I Liga, no terreno do Desportivo das Aves, apontando dois dos quatro tentos com que os encarnados golearam a formação da Vila das Aves. Gonçalo Ramos bisou, aos 87 e 93 minutos, numa estreia de sonho.

O jovem avançado integra o plantel principal, na presente época, mas tem merecido poucas oportunidades, por parte de Jorge Jesus. E com poucos minutos de jogo, regressou hoje à segunda formação encarnada.

Na partida desta tarde, para a 21.ª jornada da II Liga, o Benfica B venceu em casa o Mafra, por 2-0, ascendendo ao sétimo lugar, com os mesmos 27 pontos dos mafrenses.

Gonçalo Ramos, de grande penalidade, aos 35 minutos, e Diogo Mendes, 51, fizeram os golos que ditaram a derrota do Mafra, clube que está há 12 partidas (seis empates e seis derrotas) sem vencer na competição.

O Benfica B teve uma entrada forte no jogo e só não inaugurou o marcador porque os remates de Gonçalo Ramos, aos dois e três minutos, foram travados em cima da linha de golo pelo defesa Gui Ferreira e pelo guarda-redes Carlos Henriques, respetivamente.

O Mafra conseguiu sacudir a pressão inicial das ‘águias’ e, aos 14 minutos, na melhor oportunidade de todo o primeiro tempo, quase aproveitou um ‘brinde’ de Svilar, guardião que conseguiu redimir-se do erro cometido ao fazer defesas ao remate de Andrezinho e à recarga de Okitokandjo.

Antes do intervalo, aos 35 minutos, o Benfica B conseguiu chegar ao 1-0 através de Gonçalo Ramos, avançado que se encarregou de cobrar com sucesso a grande penalidade que castigou a falta que o próprio sofreu do central mafrense João Miguel no interior da área.

Em desvantagem no marcador, o Mafra entrou mais veloz e dinâmico no segundo tempo, mas seria o Benfica B a chegar ao golo, aos 51 minutos. Após livre na direita de Ilija Vukotic, Diogo Mendes foi mais forte que os adversários no jogo aéreo e cabeceou de forma fulminante para 2-0 dos anfitriões.

Até ao final, o Benfica, que somou o seu oitavo encontro sem perder na prova, dispôs das melhores oportunidades para alterar o marcador quando Umaro Embaló, aos 59 minutos, acertou no poste esquerdo e, aos 90, Fábio Baptista rematou para defesa do guarda-redes Carlos Henriques.

Jogo no Benfica Futebol Campus, no Seixal.

Benfica B – Mafra, 2-0.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Gonçalo Ramos, 35 minutos (grande penalidade).

2-0, Diogo Mendes, 51.

Equipas:

- Benfica B: Svilar, João Ferreira, Tomás Araújo, Morato, Sandro Cruz, Diogo Mendes (Tomás Azevedo, 87), Ilija Vukotic (Fábio Baptista, 87), David Tavares, Umaro Embaló (Rafael Brito, 87), Tiago Gouveia (Luís Lopes, 77) e Gonçalo Ramos (Henrique Araújo, 61).

(Suplentes: Leo Kokubo, Henrique Araújo, Pedro Ganchas, Luís Lopes, Gerson Sousa, Fábio Baptista, Rafael Brito, Kalaica e Tomás Azevedo).

Treinador: Nélson Veríssimo.

- Mafra: Carlos Henriques, Tomás Domingos (Campos, 64), João Cunha, João Miguel, Pedro Barcelos, Gui Ferreira, Cuca (Ismael, 79), João Graça (Lee, 64), Rodrigo Martins (Edi Semedo, 79), Andrezinho (Carlos Daniel, 65) e Okitokandjo.

(Suplentes: Filipe Neves, Campos, Bruno, Lee, Carlos Daniel, Kerkez, Moura, Ismael e Edi Semedo).

Treinador: Filipe Cândido.

Árbitro: Dinis Gorjão (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Miguel (34), João Ferreira (47), David Tavares (70), Okitokandjo (79) e Sandro Cruz (90+1).

Assistência: jogo disputado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.