Portugal
“De 15 em 15 dias estão no tribunal. Ou é Vieira, Rui Costa ou Paulo Gonçalves”
2024-05-21 12:25:00
“A verdade não tem hora seja em funerais, festas ou casamentos”, diz antigo jogador de futebol Fernando Mendes

Frederico Varandas não esqueceu os rivais do Sporting no discurso de comemoração do título leonino na Câmara Municipal de Lisboa. "O Sporting demonstra que é possível vencer com coragem, com dignidade, com integridade, sem a mancha de processos judiciais e sem qualquer guarda pretoriana paga", disse o presidente do Sporting, numa dupla alfinetada ao FC Porto e Benfica.

As palavras de Frederico Varandas têm gerado polémica nas últimas horas e o presidente verde e branco tem sido criticado por, na hora da festa, mencionar os rivais do Sporting.

"De 15 em 15 dias estão no tribunal Vieira, Rui Costa ou Paulo Gonçalves"

Fernando Mendes, antigo jogador de futebol, concorda que não há horas para se evitarem algumas palavras. “A verdade não tem hora para ser dita. Seja em funerais, festas ou casamentos, seja o que for”, referiu o ex-futebolista.

“E as pessoas têm uma dificuldade tremenda em conviver com a verdade”, apontou o antigo jogador de futebol, sublinhando que a expressão "guarda pretoriana" foi usada inicialmente por André Villas-Boas para se referir a alguns adeptos do FC Porto.

“Foi o próprio André Villas-Boas que chamou de guarda pretoriana. Ponto. Ele só mencionou isso, mais nada”, defendeu Fernando Mendes, em declarações na CMTV, salientando que não percebe as razões para os adeptos portistas estarem "melindrados" com as palavras do presidente do Sporting.

"Villas-Boas mencionou várias vezes a guarda pretoriana"

“O André Villas-Boas mencionou várias vezes a guarda pretoriana durante a campanha. Não sei porque é que estão todos melindrados. Ai guarda pretoriana! Foi o presidente do FC Porto que chamou às claques”, recordou o antigo defesa-esquerdo.

Por outro lado, Fernando Mendes também aproveitou para responder às críticas benfiquistas que têm sido feitas a Varandas na sequência do discurso na autarquia lisboeta.

“Quanto à situação da mancha dos processos judiciais. Se é verdade ou não é, não sei. De 15 em 15 dias as pessoas estão no tribunal. Ou é o Luís Filipe Vieira, ou o Rui Costa, o Paulo Gonçalves, o César Boaventura, ou o não sei quem. Passam a vida nos tribunais. Se vai ser verdade ou não é outro assunto, mas estão lá metidos sempre”, comentou Mendes.

O ex-jogador mencionou ainda que “andam nisto há cinco anos”. “É buscas e mais buscas e mais buscas. É mentira? Os benfiquistas esperam que não dê em nada, mas é um facto. São factos”, concluiu Fernando Mendes.

A verdade é que também entre sportinguistas há quem não tenha gostado do discurso de Frederico Varandas. O presidente do Sporting é mesmo criticado por dar "um beijo daqueles grandes ao Benfica".