Portugal
Costa Carvalho desmente notícias sobre Rádio Estádio e ameaça com tribunal
2020-09-10 18:45:00
Candidato à presidência do Benfica reage a reportagem sobre alegados incumprimentos com trabalhadores daquela estação

Bruno Costa Carvalho denunciou a circulação de "várias notícias falsas e distorcidas" que têm por alvo "a Rádio Estádio e a sua administração" e relacionou-as com o facto de ser candidato à liderança do Benfica.

Num comunicado que publicou nas redes sociais, o empresário desmentiu uma reportagem sobre alegados incumprimentos com trabalhadores daquela estação, salientando que essas "notícias carregadas de inverdades" foram lançadas para a praça pública pela única "razão" de ele ser "candidato à presidência do Sport Lisboa e Benfica".

"Há neste país milhares de empresas em dificuldades, mas o assunto favorito é uma empresa de uma dimensão reduzida, que tinha cerca de 15 trabalhadores e que, de momento, nem tem nenhum, posto que estes rescindiram os respectivos contratos de trabalho", argumentou.

Bruno Costa Carvalho reconheceu que a Rádio Estádio "teve dificuldades para enfrentar os seus compromissos", explicando que o mercado publicitário "não reagiu como o esperado".

"O produto era bom e a equipa fez um extraordinário trabalho, o certo é que o mercado não viu as coisas assim e as receitas da rádio não foram suficientes para pagar os seus custos", reforçou.

E surgiu então o desmentido das "notícias falsas" que o próprio associou à candidatura ao Benfica.

"Ao contrário do que foi dito, a Rádio Estádio tentou cumprir sempre com as suas obrigações e são completamente falsas afirmações disparatadas que os seus funcionários não receberam quaisquer salários", declarou.

Atingido na honra, o empresário admitiu a hipótese de recorrer ao tribunal contra quem o ataca "gratuitamente".

"Tenho 51 anos e um nome honrado que estão a tentar conspurcar agora. Uma vida limpa, de trabalho, de criação de emprego para outros, não vai ser estragada por gente maldosa que usa o facto de eu ter uma enorme paixão pelo Benfica para me atacar", afirmou o anunciado candidado à presidência das águias.

O comunicado de Bruno Costa Carvalho terminou com um 'recado': não é com essas "notícias falsas" que o afastam das eleições de 30 de outubro.

As notícias sobre a Rádio Estádio, que o empresário sustentou serem "falsas", foram surgindo pela mesma altura em que o Benfica divulgou o relatório e contas da época 2019/20.