Portugal
"'Contratámos como ninguém'". Rui Vitória e os 'pecados' deste Benfica
Redação
2021-04-01 16:50:00
"As pessoas olham para o bom trabalho feito no Benfica e para o facto de ter saído de forma injusta", diz Rui Vitória

Antigo treinador do Benfica, Rui Vitória assume que foi despedido do comando técnico do emblema encarnado de forma "injusta", na época 2018/19, acabando por ser substituído por Bruno Lage, que conduziu o emblema da águia à conquista do título.

Em declarações para a imprensa brasileira, Rui Vitória diz que, apesar disso, entende que os adeptos ficaram com uma imagem positiva daquilo que fez na Luz.

Questionado sobre que imagem acredita que os adeptos têm sobre si, Rui Vitória disse que é a de "alguém que ganhou respeito no futebol".

"As pessoas consideram-me uma pessoa que gera respeito, o que é muito gratificante. Olham para um bom trabalho que foi feito no Benfica, para o facto de ter saído do Benfica de forma injusta, mas, no geral, todos têm um respeito muito grande, e isso é transversal a todos os clubes."

O ex-técnico encarnado diz que ouvir comentários positivos a respeito do seu trabalho o deixam orgulhoso. "Gosto de ouvir isso, porque as pessoas identificam-se com os meus valores, com aquilo que representei enquanto estive a trabalhar em Portugal".

Depois de sair do Benfica, Luís Filipe Vieira escolheu Bruno Lage que, entretanto, saiu e agora é Jorge Jesus que comanda o emblema lisboeta.

Apesar do forte investimento feito no começo da temporada, a verdade é que o Benfica já viu fugir vários objetivos e chega à ponta final da época apenas com a final da Taça de Portugal na agenda e a lutar pelo segundo lugar, embora a matemática ainda permite aos benfiquistas sonharem com o título, embora sejam 13 os pontos de desvantagem para a liderança do Sporting.

Rui Vitória explica o que falhou na época do Benfica. "As contratações foram muito poderosas, há ali muita qualidade. Estamos a falar de jogadores de seleção, de primeira linha internacional", destaca Rui Vitória, lembrando que as coisas foram feitas "à pressa".

"Há um conjunto de fatores que desperta menos confiança, foi tudo com muita pressa, aconteceu a eliminação na Liga dos Campeões, talvez o desenrolar da temporada, não somente por causa da pandemia... A qualidade está lá, a qualquer momento pode e vai funcionar", disse Vitória, falando da época que arrancou com Jorge Jesus a prometer "arrasar" e "jogar o triplo".

"Olhando friamente de fora, acho que é mais isso, um conjunto de coisas, expectativas elevadíssimas, o que gerou uma tranquilidade aos jogadores", descreve Rui Vitória, entendendo que a forma como porventura o Benfica encarou a época pode ter culpa no cartório.

"'Somos a melhor equipa do campeonato português, contratámos como ninguém, estamos preparados'. Mas as coisas começaram a não funcionar e os aspetos negativos aumentaram", considerou o técnico ex-Benfica que atualmente está sem clube à espera de um projeto que lhe agrade.

Rui Vitória não esconde que esse próximo passo poderá acontecer no Brasileirão. "O que sinto, por conversas, por telefonemas, é que o Brasil vai ser um destino que eu… é possível que aconteça. Sempre que um treinador deixa um clube brasileiro, o meu nome lá aparece, acabam por associar, surgem possibilidades", afirmou Rui Vitória, em declarações ao UOL.

E Rui Vitória até lança 'charme' ao Flamengo e aos seus adeptos. "O Flamengo é acima de qualquer normalidade que estamos habituados. É uma grandiosidade".