Portugal
Boavista regulariza situação salarial junto da Liga
2021-09-23 13:40:00
Todos os clubes do principal escalão demonstraram o "rigoroso cumprimento das suas obrigações", informa a Liga

O Boavista, do escalão principal, cumpriu a obrigação de demonstrar a inexistência de dívidas salariais a jogadores e treinadores, entre os meses de maio e agosto, confirmou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

“O clube passa a ter a sua situação regularizada, o que faz com que todos os emblemas da I Liga tenham demonstrado o rigoroso cumprimento das suas obrigações salariais, dentro dos prazos regulamentados”, informou, em comunicado no sítio oficial na Internet.

Na segunda-feira, a Liga de clubes anunciou que Boavista e Académica, do segundo escalão, ainda não tinham comprovado a inexistência de dívidas salariais entre maio e agosto, tendo o organismo concedido aos clubes 15 dias para regularizarem a situação.

Os axadrezados garantiram no mesmo dia ter esse processo regularizado, que estaria “apenas dependente de questões burocráticas” junto do organismo presidido por Pedro Proença, sendo que fonte do clube disse à Lusa “estranhar que esta situação tenha ocorrido precisamente após o clube ter tomado uma posição de força nos últimos dias”.

Já as outras 32 sociedades desportivas, duas das quais com equipas B, comprovaram dentro do prazo inicial a “inexistência de dívidas salariais” entre maio e agosto, de acordo com o comunicado publicado há três dias pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Tags: