Portugal
"Benfica tem, provavelmente, o plantel mais rico do país", diz Paulo Sérgio
2021-10-02 17:10:00
Portimonense vai defrontar o Benfica “mais confiante da época”, antevê o treinador dos algarvios

O treinador do Portimonense prometeu hoje uma equipa “com coragem e determinação” para defrontar no domingo, no Estádio da Luz, o Benfica “mais confiante da época”, em jogo da oitava jornada da I Liga de futebol.

“Seja em que circunstância for, defrontar o Benfica, principalmente no Estádio da Luz, é sempre uma tarefa árdua e difícil. Provavelmente, vamos encontrar o Benfica mais confiante da época, com esse grande resultado conseguido perante o FC Barcelona [3-0] e também, provavelmente, pela primeira vez com o estádio a abarrotar. Uma série de fatores que vão aumentar o nosso nível de dificuldades”, afirmou Paulo Sérgio, na antevisão à partida.

Os algarvios esperam “limitar o potencial do Benfica”, sendo que Paulo Sérgio não espera muitas alterações face ao jogo de quarta-feira no onze de Jorge Jesus, devido ao tempo de recuperação permitido pela pausa que se segue para os compromissos das seleções.

“Qualquer que seja o onze será fortíssimo. Benfica tem, provavelmente, o plantel mais rico do país, com imensas soluções, seja qual for a gestão que entenda fazer”, argumentou.

O Benfica tem-se apresentado com um sistema de três centrais, que Paulo Sérgio observou a fundo, notando, porém, “‘nuances’ parecidas” com o esquema de ‘4-4-2’ mais utilizado, nos últimos anos, por Jorge Jesus.

“É um sistema diferente do ‘4-4-2’ que era mais utilizado, normalmente. Embora haja ‘nuances’ parecidas: o Rafa fazia em ‘4-4-2’ o que faz em ‘3-5-2’. E há soluções que, durante a partida, permitem pequenas mudanças de posicionamento. Temos de defender diferente quando o Rafa está por dentro ou por fora. O Jorge [Jesus] aproveita bem os valores que tem nas mãos e permite alterar as circunstâncias durante as partidas. Temos de saber reagir a essas pequenas ‘nuances’”, analisou.

Para surpreender os ‘encarnados’, que somam sete vitórias nas sete jornadas já disputadas, Paulo Sérgio propõe um Portimonense “com coragem e determinação”.

“Ultrapassa-nos a confiança do Benfica. Se conseguirmos ser confiantes, poderemos roubar alguma da deles. Temos um plano e uma estratégia. É o que vamos procurar implementar. Quanto mais competentes conseguirmos ser, mais dificuldades o Benfica sentirá”, frisou o treinador do conjunto algarvio.

Jogar num Estádio da Luz cheio será também diferente para uma equipa e um treinador que, durante a pandemia de covid-19, já estavam habituados a comunicar melhor entre si durante os jogos.

“Era fácil comunicar para dentro do campo e amanhã [domingo] deve ser impossível. A minha intervenção, em jogos com os ‘grandes’, não é tão eficaz. Esse é um desafio novo, com o fim da pandemia, e os atletas têm de mostrar mais maturidade. Foi tudo comunicado e repisado durante a semana, porque com mais público a minha voz já não chega aos jogadores”, apontou.

Entre os indisponíveis, além de Ricardo Ferreira, Ewerton, Imbula e Nakajima, Paulo Sérgio destacou a ausência do marroquino Lazaar, que na sexta-feira se lesionou gravemente no treino, com uma fratura do perónio direito que implicará longa ausência dos relvados.

O Benfica, líder isolado da I Liga com 21 pontos, recebe no domingo o Portimonense, sexto classificado com 11, em jogo marcado para as 18:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.