Portugal
"Benfica tem de impor a si mesmo uma exigência de seriedade e respeitabilidade"
2020-09-21 22:30:00
Candidato Noronha Lopes reage a polémicas envolvendo Luís Filipe Vieira

João Noronha Lopes, anunciado candidato à presidência do Benfica, recusa ser "brando" com as mais recentes polémicas envolvendo Luís Filipe Vieira.

Num artigo de opinião para o Expresso, o candidato prometeu impor "transparência" no emblema da Luz.

"É espantoso para mim que se conceba sequer um cenário em que aquilo que é esperado de um presidente é a capacidade de operar em corredores sombrios, bastidores pouco recomendáveis e relações pessoais que algum decoro desaconselharia", escreveu.

A referência visa diretamente Luís Filipe Vieira, acusado por recebimento indevido de vantagem na Operação Lex, dias depois do polémico apoio – entretanto retirado – de António Costa, que se seguiu à participação de Paulo Gonçalves, o ex-assessor jurídico que é arguido no processo E-Toupeira, na transferência de Darwin Núñez.

"O futebol português, e o Sport Lisboa e Benfica como o seu maior clube, têm de impor a si mesmos uma exigência de seriedade e respeitabilidade muito superiores à que observamos e idêntica à que exigimos de qualquer outro setor da sociedade", defendeu Noronha Lopes.

Após enunciar um conjunto de propostas, o candidato apontou "a transparência e a seriedade" como "a verdadeira medida da boa liderança e o melhor caminho para o sucesso desportivo".

O anunciado candidato salientou ainda acreditar que "os portugueses já não aceitam a promiscuidade entre sistema financeiro, clubes de futebol e os seus dirigentes".

"Da mesma forma que ninguém tolera que entre interesses dos clubes e classe política se ultrapassem várias barreiras que protegem os interesses de ambas as partes", concluiu.