Portugal
"Benfica não é uma equipa que está em crise de jogo", defende Silas
Redação
2021-02-07 13:45:00
Técnico destaca "volume ofensivo" dos encarnados e antevê jogo difícil para o Famalicão

O treinador do Famalicão reconheceu hoje que o Benfica enfrenta uma crise de resultados, mas não de volume ofensivo, prometendo jogar para vencer no recinto encarnado, na segunda-feira, para a I Liga.

"Olhando ao último jogo do Benfica [empate 0-0 na receção ao Vitória de Guimarães], rematou 23 vezes à baliza. São muitos remates. Não é um mau momento a nível de jogo, mas de resultados. Benfica não é uma equipa que está em crise de jogo, 23 remates é muito volume ofensivo", recordou Jorge Silas.

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da 18.ª jornada da I Liga, Silas, que se estreou com a derrota caseira frente ao Moreirense (2-0), realçou que vencer é o objetivo em todos os jogos.

"Temos que jogar contra todos os adversários. Qualquer adversário na I Liga é difícil. Não acho que seja o pior momento, é o que é. Sabemos as circunstâncias que temos. Se me perguntar se prefiro trabalhar em semanas inteiras, sim, prefiro, mas não dependo do adversário. Queremos jogar com todos, queremos ganhar a todos, mas não olho para isso como sendo uma má altura. Vamos lá para ganhar", frisou.

Apesar da posição que o Famalicão ocupa (está no penúltimo lugar, com 14 pontos), o treinador diz acreditar que os minhotos têm argumentos para fazer frente à equipa comandada por Jorge Jesus.

"Acreditamos que temos argumentos. Temos trabalhado muitas situações, muito tempo para isso, para chegarmos à Luz e disputarmos o jogo cara a cara com o Benfica", vincou.

Questionado sobre se espera encontrar um Benfica nervoso, ansioso ou cheio de garra, Silas não teve dificuldade em responder.

"Eu conheço bem as equipas do ‘mister’ Jesus. Fui treinado por ele dois anos, já o defrontei duas vezes como treinador, sei que entram confiantes. Não acho que vá ser diferente", afirmou.

Silas dedicou ainda uma mensagem ao treinador ‘encarnado’, que tem estado afastado do banco, devido a uma infeção respiratória e à infeção pelo novo coronavírus.

"Aproveito também para lhe desejar as melhoras e dizer-lhe que gostaria de o ver amanhã [na segunda-feira] no banco", referiu Silas, que foi treinado por Jesus quando alinhava no Belenenses.

O Famalicão, que ocupa a 17.ª e penúltima posição, com 14 pontos, visita o Benfica, quarto classificado, com 34, na segunda-feira, a partir das 19:00, num encontro que vai ser arbitrado por Hugo Miguel, da associação de Lisboa.

Os encarnados não vencem há quatro jogos para o campeonato, somando três empates e uma derrota, enquanto os minhotos perderam os últimos três encontros na competição.