Portugal
Benfica derrota Santa Clara e reforça terceiro lugar
Redação
2021-04-26 20:50:00
Castigo pesado para os açorianos, que foram superiores em grande parte do encontro

O Benfica venceu hoje o Santa Clara 2-1, em encontro da 29.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, e consegue assim distanciar-se do SC Braga na luta pelo terceiro lugar na classificação.

O Benfica chegou à vantagem num golo de Carlos Júnior na própria baliza, ao minuto 26, tendo os açorianos empatado já na segunda parte, com um golo do capitão Anderson Carvalho (62). O encontro ficou decidido aos 73 minutos, com Chiquinho, que tinha acabado de entrar, a fazer o 2-1 para as 'águias'.

Com este resultado, o Benfica capitaliza o desaire do Sporting de Braga frente ao líder Sporting (0-1) e soma agora 63 pontos na terceira posição, mais cinco do que os 'arsenalistas' e menos três do que o FC Porto, que ocupa a segunda posição e ainda esta noite joga frente ao Moreirense.

Já o Santa Clara, somou na Luz a quinta derrota consecutiva a jogar fora de casa. Na sétima posição, os açorianos têm 36 pontos e ainda sonham com o apuramento para as competições europeias.

O Santa Clara entrou na Luz descomplexado e nos primeiros minutos ditou o ritmo de jogo, com o Benfica a ver jogar. Os açorianos trocavam bem a bola, pressionavam alto e só após os 10 minutos as 'águias' conseguiram reagir: Everton viu o seu remate ser prensado por um defesa, e depois foi Pizzi a furar a defesa insular e a atirar a rasar o poste, com Marco batido.

O Santa Clara voltou à carga perto dos 20 minutos. Rafael Ramos deixou Grimaldo nas 'covas', fez o cruzamento para Carlos Júnior, mas o remate saiu aos tropeções e Helton Leite 'enxutou' para canto.

Para sua infelicidade, o avançado brasileiro teve pontaria mais afinada ao minuto 26, num lance infeliz em que inaugurou o 'placard', ao marcar na própria baliza. Everton cruzou tenso ao primeiro poste e o brasileiro do Santa Clara colocou a cabeça à bola, acabando por a meter no ângulo.

Seferovic viu o lance, mas, minutos depois, fez tudo ao contrário, para desespero de Jorge Jesus no banco 'encarnado'. Diogo Gonçalves encontrou o suíço na área, entregou de 'bandeja', mas o helvético, a 30 centímetros da linha de golo, sem oposição de qualquer defesa, atirou por cima da barra, num falhanço inacreditável.

O começo da segunda parte voltou a mostrar um Santa Clara atrevido na Luz e a equipa de Daniel Ramos pôs o Benfica em sentido. Cryzan e Rafael Ramos testaram os reflexos de Helton Leite, que foi respondendo em bom plano, mas o brasileiro nada pôde fazer ao minuto 62, depois de novo erro da defesa 'encarnada'.

Numa saída a partir de trás, Lucas Veríssimo permitiu a interceção de Cryzan, o brasileiro cruzou atrasado e o capitão Anderson Carvalho 'fuzilou' para o empate.

O empate durou 11 minutos, pois Chiquinho, que viu tudo do banco, entrou em campo para 'copiar' o golo açoriano. Diogo Gonçalves arrancou mais um cruzamento mortífero e o português, vindo de trás a toda a velocidade, voltou a colocar o Benfica em vantagem.

Até final, Darwin e Seferovic acentuaram o desacerto ofensivo do Benfica, e voltaram a falhar golos com a baliza escancarada, enquanto o Santa Clara chegou a assustar nos momentos finais, mas não conseguiu impedir o regresso do Benfica às vitórias na Luz, depois do desaire de há duas jornadas frente ao Gil Vicente.