Portugal
Benfica apela à arbitragem para ser “menos permissiva” com antijogo
Redação
2021-04-18 14:20:00
"Essa não foi a razão da derrota", realça o clube da Luz no mesmo texto

O Benfica voltou a criticar a equipa de arbitragem liderada por Fábio Veríssimo devido ao “antijogo” na partida com o Gil Vicente (1-2), embora voltando a frisar que “essa não foi a razão da derrota”, registada num encontro a contar para a 27.ª jornada do campeonato.

Na newsletter de hoje, as águias voltam a falar no “antijogo”, criticado pelo treinador Jorge Jesus durante a entrevista rápida à BTV, com um apelo à arbitragem para ser “menos permissiva” com esse fator. “Deixamos também um alerta para as situações de antijogo verificadas ontem na partida. Essa não foi a razão da derrota, porém apelamos às equipas de arbitragem para que sejam menos permissivas relativamente a estas ações que em nada contribuem para o espetáculo”, realçou o Benfica.

Ao perder com o Gil Vicente, o clube da Luz vê ainda mais longe o sonho de terminar o campeonato no primeiro lugar, ocupado atualmente pelo Sporting, com 12 pontos de vantagem sobre as águias. “Nada faria prever” tal desfecho, tanto mais que a equipa encarnada vinha de “sete partidas consecutivas (seis na I Liga) sem permitir qualquer golo aos adversários”.

“A derrota inesperada serve como alerta e é uma lição aprendida para o que resta da temporada. Há uma classificação na I Liga para melhorar nas sete jornadas por disputar e uma Taça de Portugal para vencer. A resposta será dada já no próximo jogo, comprovando o trajeto de crescimento até agora alcançado. Vamos continuar a abordar o campeonato jogo a jogo, procurando sempre a vitória”, adiantou ainda o Benfica, no mesmo texto.