Portugal
Belenenses SAD vence Gil Vicente e navega em águas mais tranquilas
Redação
2021-04-26 19:20:00
Golo nos descontos coloca equipa de Petit no nono lugar. Turma de Barcelos permanece em zona perigosa

O Belenenses SAD deu hoje um enorme passo rumo à manutenção na I Liga de futebol, com um golo de Francisco Teixeira, em período de compensação, que ditou o 2-1 na receção ao Gil Vicente, na 29.ª ronda.

O avançado Pedro Marques ainda colocou o Gil Vicente em vantagem, aos 43 minutos, mas, na segunda parte, Afonso Sousa igualou a partida, aos 51, até o aniversariante Francisco Teixeira oferecer a si próprio uma prenda ‘de sonho’, com o importante golo aos 90+1, a receber a bola na esquerda e a efetuar um remate que Denis não conseguiu segurar.

O triunfo permite ao Belenenses SAD ascender, de forma provisória, ao nono lugar da tabela classificativa, com 34 pontos, ao passo que os gilistas mantêm o 12.º lugar, com 31, três acima do lugar de ‘play-off’, ocupado pelo Boavista.

Enquanto Petit foi obrigado a uma alteração forçada, devido ao castigo do capitão Gonçalo Silva, substituído por Cafú Phete, Ricardo Soares apostou em Rodrigão no lugar do igualmente castigado Ygor Nogueira, mas introduziu também Henrique Gomes e Fujmoto nos lugares de Talocha e Antoine Léautey, respetivamente.

A chuva que se fez sentir nos minutos que antecederam a partida deu ‘tréguas’ após a bola rolar, com as duas formações a apostarem sobretudo na consistência defensiva, ao invés de procurar arriscar na produção atacante, com o Belenenses SAD a dispor da primeira ocasião da etapa inicial, aos 10 minutos, num ‘tiro’ em arco de Miguel Cardoso, ao lado.

O Belenenses SAD teve mais bola, mas foi o único remate que efetuou no primeiro tempo, enquanto a formação de Barcelos ia ameaçando numa tentativa muito por cima do alvo de Lourency, aos seis minutos, e em remates de Pedrinho e Pedro Marques à figura de Kriticuk, aos 25, sem perigo.

Num período com várias paragens para assistência de jogadores, que quebravam o ritmo da partida, e já depois de um cabeceamento falhado de Vítor Gonçalves, no ‘coração’ da área, o Gil Vicente chegou ao golo, aos 43, por Pedro Marques, a aproveitar a defesa subida dos ‘azuis’ e a receber um passe de Joel Pereira, fintando Kritciuk e atirando para a baliza deserta.

Ainda antes do descanso, a colocação muito alta da defesa do Belenenses SAD poderia ter permitido novo festejo de Pedro Marques, excelente na procura da profundidade, contornando de novo Kritciuk, mas, desta feita, a atirar contra a malha lateral da baliza.

A perder, Petit desfez o trio de centrais com a saída de Cafú Phete, aumentando as opções atacantes com a inclusão de Francisco Teixeira, dando frutos pouco depois do reatamento, com o golo da igualdade aos 51 minutos, num grande golo de Afonso Sousa, a rematar de primeira na recarga a um canto, em zona frontal, sem hipóteses para Denis.

Miguel Cardoso, aos 54, testou a atenção de Denis com um cruzamento chegado à baliza, antes do Gil Vicente obrigar Kritciuk a aplicar-se em várias situações: defesa com a ponta dos dedos numa tentativa de Pedro Marques, aos 60, desvio para canto de um cruzamento de Lourency, aos 63, e, na sequência, enorme intervenção a um cabeceamento de Rodrigão.

Um cabeceamento de raspão de Pedro Marques, a centímetros da baliza, finalizou o período em que o Gil Vicente ‘carregou’ com afinco no último terço, o que levou Petit a abdicar da sua principal referência atacante, Cassierra, para oferecer mais músculo ao centro do terreno, com a entrada de Bruno Ramires.

Antoine Léautey atirou com estrondo ao poste da baliza de Kritciuk, aos 78 minutos, na última grande aproximação dos nortenhos, que viram o Belenenses SAD crescer nos instantes finais, a tempo do golo da vitória, já em período de compensação, por intermédio de Francisco Teixeira, a gerar muitos festejos nos elementos dos ‘azuis’, cientes da importância do tento.

Ficha de jogo

Jogo realizado no Estádio Nacional, em Oeiras
Belenenses SAD-Gil Vicente, 2-1
Ao intervalo: 0-1
Marcadores:
0-1, Pedro Marques, 43 minutos
1-1, Afonso Sousa, 51
2-1, Francisco Teixeira, 90+1

Equipas:

- Belenenses SAD: Kritciuk, Cafú Phete (Francisco Teixeira, 46), Henrique, Tomás Ribeiro, Tiago Esgaio, Sithole (Diogo Calila, 78), Afonso Sousa (Afonso Taira, 78), Rúben Lima, Silvestre Varela (Jordan van der Gaag, 68), Miguel Cardoso e Cassierra (Bruno Ramires, 64).
(Suplentes: André Moreira, Diogo Calila, Danny Henriques, Chima Akas, Nilton Varela, Bruno Ramires, Afonso Taira, Jordan van der Gaag e Francisco Teixeira).
Treinador: Petit.

- Gil Vicente: Denis, Joel Pereira, Rodrigão, Rúben Fernandes, Henrique Gomes (Talocha, 61), Vítor Carvalho, Pedrinho (Claude Gonçalves, 87), Fujimoto (Antoine Léautey, 61), Lourency, Lucas Mineiro e Pedro Marques (Samuel Lino, 76).
(Suplentes: Beunardeau, Paulinho, Guilherme Mantuan, Diogo Silva, Talocha, Claude Gonçalves, Antoine Léautey, Samuel Lino e Yves Baraye).
Treinador: Ricardo Soares.

Árbitro: Tiago Martins (AF Lisboa)
Ação disciplinar: Henrique (04), Afonso Sousa (04), Vítor Carvalho (21), Rodrigão (87) e Francisco Teixeira (90+3)
Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.