Portugal
Avançados “trintões” são aposta rara para Benfica, FC Porto e Sporting [1/12]
2017-06-23 08:00:00
Ainda assim, existem alguns casos de sucesso entre os goleadores que chegaram aos grandes já depois dos 30 anos

Caso se concretize o regresso de Lima ao Benfica, possibilidade que tem sido avançada pela imprensa desportiva nos últimos dias, seria o consumar de uma situação bastante rara entre os grandes do futebol português. A tendência recente entre as contratações de Benfica, FC Porto e Sporting para a frente de ataque mostra que são muito poucos os jogadores acima dos 30 anos a chegar a tornarem-se reforços destes clubes. No entanto, apesar da pouca frequência deste tipo de apostas, existem alguns casos de sucesso.

Foi preciso recuar quase 20 anos, mergulhando até à temporada de 1998/99, para completar a lista de onze casos de avançados com 30 ou mais anos contratados pelos grandes que aqui apresentamos. E, apesar de existir alguma distribuição entre os clubes, é o Benfica que mostra mais predisposição para este tipo de contratações, com cinco. Bom sinal para Lima?

Já o FC Porto é o que fez menos contratações deste tipo, com apenas três. Apesar de se situar no meio, com quatro contratações nesta lista, o Sporting não contratou avançados com mais de 31 anos nestas últimas décadas – é preciso recuar até 1990/91, quando os leões assegurara o concurso de Fernando Gomes, aos 32 anos.

Se tivermos em conta que sete dos jogadores aqui expostos foram contratados até aos 31 anos, então percebemos que a tendência para os três grandes para arriscarem neste tipo de negócios é quase nula. Existem apenas dois casos até 1998 em que os clubes apostaram em atacantes já perto da veterania. Liedson, que o FC Porto contratou aos 35 anos, é um deles. O Outro é o galês Dean Saunders, que chegou ao Benfica em 1998/99, já com 34 anos. Os mesmos de Lima…

Em termos de sucesso, nesta lista há de tudo. Desde casos de grande sucesso, como Jonas, Van Hooijdonk ou Beto Acosta, até outros nomes que tiveram passagens mais apagadas, como Barcos, Pizzi e Dean Sauders. Depois há também aqueles que podem dividir as opiniões dos adeptos, como o caso de Teo Gutiérrez, Domingos, aquando do regresso ao FC Porto ou até o próprio Liedson, que apesar de o rendimento em golos não ter sido o esperado, acabou por estar ligado ao último título conquistado pelos dragões, em 2012/13.

Veja as páginas seguintes para conhecer os onze "trintões" que compõem esta lista.