Portugal
"Às vezes não percebemos Varandas", diz dirigente do SC Braga
Redação
2021-01-20 13:35:00
"Quando falamos dos outros, era bom termos resolvidos os motivos que geram tensões entre os clubes", diz António Marques

Sporting e SC Braga têm mantido uma relação institucional ao longo dos anos mas, em certos períodos, ambas as administrações trocam argumentos e comunicados sobre alguns temas, como por exemplo, recentemente, a transferência e o pagamento de Rúben Amorim.

Paulinho, avançado dos quadros minhotos, é outro dos nomes que poderá fazer a viagem de Braga para Alvalade, uma vez que estará nas cogitações leoninas.

Por isso, António Marques, presidente da Assembleia Geral da SAD do SC Braga, embora reconheça que Frederico Varandas tenha direito a ter opinião, recomenda-lhe cuidados e prudência na forma como se expressa.

"O que o presidente do Sporting diz é em contextos muito tipificados e bem definidos: às vezes não percebemos, mas temos que respeitar; vivemos num país democrático e devemos respeitar as opiniões uns dos outros, desde que num enquadramento de grande responsabilidade e grande lealdade institucional", comentou o dirigente do emblema bracarense.

António Marques refere que a relação entre ambas as sociedades desportivas ainda não está como foi antes. "Desde que Ruben Amorim foi para Alvalade, temos uma relação com o Sporting um pouco tensa", concorda o dirigente do SC Braga.

Em declarações na Renascença, António Marques justificou ainda que o SC Braga tem direito a manifestar-se sempre e quando entender, em alusão ao recente comunicado da administração liderada por António Salvador com críticas ao Sporting no caso dos "falsos positivos".

António Marques refere que o Sporting e Frederico Varandas são "livres de fazer os comentários e os comunicados que entenderem, da mesma forma que "o SC Braga também é livre".

O dirigente bracarense aproveita ainda para fazer referência às declarações de Frederico Varandas, após a vitória sobre o FC Porto, para destacar que "quando falamos dos outros, era bom termos resolvidos os motivos que geram tensões entre os clubes".

"Isso é o mais importante", aconselha António Marques, não se querendo alongar se estas recentes situações podem atrapalhar a negociação de Paulinho.

"É um problema que diz respeito ao presidente António Salvador, no qual depositamos toda a confiança, sobre tudo o que deve ser feito. Só ele saberá como lidar com esse problema", salientou António Marques.