Portugal
"Às vezes, é para ver quem trama mais Schmidt com uma pergunta difícil"
2024-02-19 12:55:00
"Schmidt convive mal com duas coisas que nós, portugueses, gostamos muito", admitiu Nuno Magalhães

Roger Schmidt não atravessa a fase de maior popularidade na Luz e os adeptos têm vindo a lançar-lhe alguns assobios. A contestação é nesta época bem maior do que era na última temporada, pese embora o técnico germânico continue com vários objetivos intactos e já tenha alcançado um troféu, com a vitória na decisão da Supertaça Cândido de Oliveira.

Recentemente, o Benfica não fez a conferência de imprensa de lançamento de um jogo e Nuno Magalhães, antigo deputado na Assembleia da República e conhecido associado das águias, disse que se percebem estas formas do Benfica em "resguardar" o seu treinador perante a imprensa.

"Obviamente que o Benfica quis resguardar Roger Schmidt de perguntas incomodas que algumas delas já o estão a irritar", admitiu Nuno Magalhães, realçando que, a seu ver, Roger Schmidt "convive mal" com "duas coisas" que os "portugueses" gostam "muito".

"A bem dizer, são perguntas repetidas. Ele convive mal com duas coisas que nós, portugueses, gostamos muito: a especulação pela especulação e as perguntas repetidas, nós sabemos o porquê", apontou Nuno Magalhães.

Nuno Magalhães critica conferências para ver "quem trama mais Schmidt" com perguntas

Em declarações na Sport TV, o antigo deputado criticou ainda alguma imprensa que repete perguntas ao treinador do Benfica com um objetivo traçado. "É um pouco para dar, ou seja, para que a pergunta seja passada num determinado canal".

"Mas ele não percebe muito bem porquê e irrita-se um pouco e, de facto, as perguntas, há que dizê-lo, não são de todos os canais, nem de todos os jornalistas, mas algumas perguntas fazem pensar um pouco", referiu.

"Às vezes, as conferências de imprensa servem não para perguntar ao Roger Schmidt aquilo que se passou no jogo ou a atualidade do Benfica mas, às vezes, dá-me a ideia de que é o jogo para ver quem trama mais o Roger Schmidt com uma pergunta difícil", admitiu Nuno Magalhães.

"Schmidt convive mal com duas coisas que nós, portugueses, gostamos muito"

De resto, a este propósito, Roger Schmidt já se justificou e admitiu que está sempre preparado para as críticas, realçando que ser treinador do Benfica o deixa nessa posição.

"Não importa o que faço, vou ser sempre criticado, porque sou treinador do Benfica. É normal. Não é um problema para mim. Tenho de tomar decisões", disse o alemão Schmidt depois de vencer o Vizela por larga margem, num jogo onde foi criticado por algumas opções que tomou na goleada alcançada pelas águias.