Portugal
"As pessoas não são tolas. Se houver verdade na arbitragem o Sporting é campeão"
Redação
2021-04-12 14:25:00
"Um bocado escandaloso. Comportamentos miseráveis destas arbitragens", diz Sousa Cintra

Sousa Cintra, antigo presidente do Sporting está indignado com as arbitragens e diz que os sportinguistas não podem entrar numa onda de descrença de que o campeonato poderá ser perdido para um dos rivais. O ex-líder do clube de Alvalade até começou por admitir que queria passar uma mensagem construtiva mas não conseguiu evitar uma manifestação de descontentamento em relação ao trabalho dos árbitros.

"Está à vista o que está a acontecer. Está à vista. As pessoas não são tolas. Estamos em primeiro lugar com pontos de vantagem, agora Benfica e FC Porto atrás. Os dois estão com ambição normal. Justifica-se. Depois são aquelas influências todas mas eu não quero entrar nesse caminho agora. Não é bonito nesta fase. Quero apelar a arbitragens isentas. Se houver verdade nas arbitragens o Sporting é campeão este ano", confia Sousa Cintra, não colocando de parte uma queda verde e branca do primeiro lugar, motivada pelo trabalho dos árbitros.

"Se não houver verdade, é como no passado que tem sido uma vergonha", comentou o ex-presidente, apelando às arbitragens para que realizem o seu trabalho da melhor forma. "É penálti, marca. Não é penálti não marca", assinalou Sousa Cintra, vendo "pequenos detalhes" na arbitragem de Rui Costa, no domingo, em Alvalade, que tiveram influência no resultado final do jogo que terminou empatado a uma bola entre Sporting e Famalicão.

"Foi um bocado escandaloso. Mais um vez, penáltis não marcou. Comportamentos miseráveis destas arbitragens. São comportamentos que não são dignos", lamentou Sousa Cintra, na TSF, mencionando o lance em que Palhinha viu amarelo. "Vamos admitir que era uma falta do Palhinha. E era. Agora não era caso para amarelo. O amarelo ao Palhinha condicionou o jogador durante o jogo. São pequenos detalhes que depois têm influência no resultado".

E para os sportinguistas, o ex-presidente deixa uma mensagem de confiança, pedindo para que não 'atirem a toalha ao chão'. "Não é motivo para estarem desiludidos", disse, referindo que confia nos atletas às ordens de Rúben Amorim. "Os jogadores têm de ter confiança para lutar para ser campeão. Estes dois empates não devem desmotivar a equipa. Temos uma vantagem boa. Ainda há muito campeonato. Temos que jogar com esta alegria. Vamos lutar unidos. A festa este ano tem de ser do Sporting", referiu Sousa Cintra.

O ex-presidente do Sporting aproveitou ainda estas declarações para elogiar o trabalho do treinador Rúben Amorim desde que este chegou ao clube lisboeta, na época passada. "É um rapaz novo mas com ambição que sabe transmitir a mensagem aos jogadores. Essa é a verdade. Valoriza o Sporting. Já repararam quanto vão valer ao Sporting estes jovens? Isso é que importa. Estamos a jogar bem e a valorizar o plantel que é aquilo que o Sporting precisa."