Portugal
"Arthur Cabral está a crescer muito, está, está, e estou muito preocupado"
2024-01-18 13:15:00
Frente de ataque do Benfica avaliada por rival portista

O Benfica, movimentando-se no mercado de transferências de inverno, assegurou um reforço de peso com a contratação de Marcos Leonardo, avançado brasileiro de 20 anos, proveniente do Santos, numa transferência avaliada em 18 milhões de euros.

A estreia do jovem na baliza sul da Luz não poderia ter sido mais auspiciosa, com Marcos Leonardo a marcar rapidamente o seu primeiro tento com a camisola das águias e a celebrar efusivamente, envolto na bandeira encarnada. Contudo, essa contratação milionária por parte dos encarnados coloca o treinador Roger Schmidt perante um dilema considerável: optar pela juventude promissora de Marcos Leonardo ou pela experiência consolidada de Arthur Cabral.

Até porque Arthur Cabral começa agora a ser titular, aproveitando a lesão de Tengstedt e com Petar Musa a ir para o banco. De resto, o avançado brasileiro número 9 da Luz vive o melhor período, com figuras históricas do clube a dizerem mesmo que "Arthur Cabral ainda vai fazer engolir muita da picanha que disseram dele".

É neste contexto que a chegada de Marcos Leonardo gerou, também ela, grande expectativa entre os adeptos encarnados, motivada pelo desempenho destacado que o avançado demonstrou no futebol brasileiro. A rapidez com que o jogador se ambientou ao ambiente encarnado e marcou na sua estreia sugere que pode ser uma peça importante no xadrez tático de Schmidt.

Contudo, o técnico alemão enfrenta agora um desafio inesperado: a subida de forma de Arthur Cabral. O avançado brasileiro, que também chegou ao Benfica recentemente, no último verão, teve um início para esquecer ao serviço do atual campeão nacional, colocando dúvidas sobre o seu valor para envergar a camisola das águias.

No entanto, o possante avançado ex-Fiorentina está cada vez mais ambientado á equipa e à atmosfera da Luz, tendo se tornado decisivo em dois importantes encontros do Benfica. Arthur Cabral marcou o golo que permitiu à equipa lisboeta a qualificação para a Liga Europa e ainda um tento diante do Sp.Braga, que levou os pupilos de Schmidt para os quartos de final da Taça de Portugal.

"O Arthur Cabral está a crescer muito. Está, está..."

A subida de rendimento de Cabral não é apenas reconhecida na Luz, com figuras ligadas aos emblemas rivais atentos à evolução do abvançado brasileiro com a camisola do Benfica.

Numa entrevista à Antena 1, Nuno Encarnação, gestor e dedicado sócio do FC Porto, expressou a sua apreensão face ao crescimento notável de Arthur Cabral.

"O Arthur Cabral está a crescer muito. Está, está, está. Está a crescer imenso, e eu estou muito preocupado", referiu o conhecido sócio dos azuis e brancos.

As palavras de Encarnação refletem não apenas a qualidade crescente do jogador, mas também a perceção de que Schmidt enfrentará uma decisão crucial nas escolhas táticas.

Roger Schmidt, por sua vez, partilhou recentemnete a sua satisfação pela estreia auspiciosa de Marcos Leonardo: "Sabem como são os avançados, querem sempre marcar, mais ainda quando se estreiam por um novo clube. Estou muito feliz por ele e pelo golo, porque foi o golo decisivo e um golo muito bonito", destacou o treinador à Benfica TV.

O dilema na frente de ataque do Benfica está longe de ser uma questão isolada. Os adeptos estão ansiosos para ver como Schmidt gerirá as opções disponíveis, ponderando entre a energia jovem de Marcos Leonardo e a maturidade de Arthur Cabral. O equilíbrio entre juventude e experiência será crucial para as ambições do Benfica na temporada.