Portugal
"Amorim é português e pode brincar. Schmidt não pode"
2022-11-28 12:55:00
"Está tudo controlado. Viram quantas vezes ele disse que está tudo controlado?", questiona Jorge Castelo

O Benfica segue com 27 jogos consecutivos sem perder e Roger Schmidt prossegue o ritmo com que iniciou a temporada na Luz, alcançado sucessos atrás de sucessos. Perante as vitórias seguidas e numa altura em que o calendário dá 'tréguas' aos encarnados, o treinador encarnado e a estrutura decidiram conceder alguns dias de férias aos jogadores, que vão para casa com um plano de treinos indicado, ainda assim.

Roger Schmidt não abandona, deste modo, as suas ideias e lógicas de trabalho e, recorde-se, há alguns meses atrás chegou a dar cinco dias de férias aos jogadores. Desta feita, com alguns atletas nas seleções que competem no Campeonato do Mundo, o técnico alemão repete a dose e nem mesmo quando questionado se gostaria de ter já jogadores de volta, em caso de afastamento das suas seleções, o alemão abandona a lógica do discurso.

Para Jorge Castelo, professor do curso de treinadores e antigo colaborador de Benfica e Sporting, entre outros clubes, Roger Schmidt já habitou os portugueses de que mantém sempre uma linha de coerência nas atitudes e no discurso em relação ao grupo de trabalho.

"Como o Rúben Amorim é português sabe perfeitamente que pode brincar um bocadinho com as coisas. Este [Roger Schmidt] não é português, não pode brincar com as coisas. Ele não pode sair da sua linha lógica", comentou Jorge Castelo.

Em declarações no canal de televisão A Bola TV, Jorge Castelo referiu que "se ele brincasse no sentido de 'até era giro o Enzo Fernández vinha e ia de férias agora, e ia levar um papel para treinar nas férias, atenção'", acrescentou o antigo adjunto de águias e leões.

No fundo, na leitura de Jorge Castelo, Roger Schmidt "demonstrou uma coisa para os benfiquistas". "Está tudo controlado. Viram quantas vezes ele disse que está tudo controlado? O jogo a 17 [dezembro de 2022], agora vão 10 dias para se refrescarem, mas levam um plano. Há aqui uma mensagem."

Jorge Castelo referiu também que este Benfica segue na temporada "a uma velocidade alta de cruzeiro, atenção". "A velocidade de cruzeiro é alto", sustentou, referindo que a forma de trabalho de Roger Schmidt provoca tranquilidade nos adeptos encarnados.

"Não cria nervosismo, está tudo controlado, nós estamos a controlar tudo. E depois com as vitórias é claro que os benfiquistas vão para casa e dormem bem", salientou, acreditando que os sócios, adeptos e simpatizantes do clube da Luz confiam no treinador encarnado.

"Você vão ver no próximo jogo, seja qualquer a equipa e se forem perguntar a qualquer sócio, e se houver um jogador 'esquisito' vão dizer 'não, não, está a jogar porque ele é que sabe'. E é mesmo. Ele é que sabe. Nós só comentamos", concluiu.