Portugal
"Agora não adianta chorar", diz Vítor Manuel sobre o Sporting
Redação
2021-04-06 15:30:00
"Estar em primeiro e com oito pontos de vantagem também gera muita pressão"

Vítor Manuel está curioso para ver como é que o Sporting vai reagir ao facto de ter permitido uma aproximação dos rivais na luta pelo título. Embora reconhecendo que ainda mora uma vantagem larga para os de Alvalade, o treinador aguarda para perceber qual será a resposta que os leões vão dar na próxima jornada frente a um Famalicão que está a subir de rendimento com a chegada de Ivo Vieira.

"O Sporting convenceu-se que tinha o jogo controlado. Como dizia o Mário Wilson agora não adianta chorar. Está feito, está feito. É uma lição que serve para o Sporting", comentou o treinador Vítor Manuel, esperando para ver qual será a reação imediata dos comandados por Rúben Amorim na receção ao Famalicão na próxima jornada do campeonato, em Alvalade, em partida a contar para a 26.ª jornada da Liga NOS.

"Vamos ver como é que o Sporting reage. O Sporting é uma equipa extremamente eficaz que aborda os jogos com realismo. Isto é uma grande lição", insistiu Vítor Manuel, fazendo notar que, com este empate dos leões em Moreira de Cónegos, o campeonato fica mais entusiasmante. "Está mais aberto, é um alento para os adversários", reconheceu o treinador, lembrando, apesar disso, que os leões ainda têm uma margem longa para os rivais. 

"Oito ponto é muito ponto", destacou Vítor Manuel, salientando que a luta ainda irá prolongar-se entre os da frente até porque ainda restam clássicos antes do campeonato terminar. "Ainda há um Benfica-FC Porto e um Benfica-Sporting e o Sporting ainda vai a Braga", lembrou Vítor Manuel, em declarações na A Bola TV, onde insistiu que tem curiosidade para ver como irá reagir a turma de Rúben Amorim após o desaire de Moreira de Cónegos. Essa é, de resto, a grande incógnita que se coloca agora ao líder verde e branco.

"Vamos ver como é que os jogadores e o Rúben Amorim vão reagir. O próximo jogo vai dar o sinal", analisou o treinador, realçando que o Sporting aborda os jogos com "calculismo e frieza e baseia-se nisso" e há alturas, como em Moreira de Cónegos, em que a margem mínima não dá para segurar. Além disso, Vítor Manuel salientou que a pressão não mora apenas no Dragão, na Luz e em Braga, os diretos concorrentes dos leões.

"Estar em primeiro e com oito pontos de vantagem também gera muita pressão", salientou, fazendo referências depois aos comentários proferidos por Rúben Amorim na conferência de imprensa após o jogo quando o técnico até brincou com o facto de os rivais SC Braga e FC Porto terem vencido nesta jornada com golos nos descontos. "Esta semana foi para os nossos adversários todo e para nós foi isto… Parece-me bem, até para se deixar às vezes de se falar na estrelinha", disse o treinador do Sporting.