Motores
“O meu coração quase parou. Nunca vivi nada assim na última volta”
2020-08-02 18:50:00
Lewis Hamilton é o primeiro piloto de Fórmula 1 a vencer um grande prémio com um pneu furado

O piloto britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, dominou sem problemas o Grande Prémio da Grã-Bretanha em Silverstone até que, na última volta, sofreu um furo no pneu dianteiro direito.

O líder do mundial de pilotos já não podia regressar às boxes e viu-se 'apertado' por Max Verstappen, da Red Bull, que tinha acabado de colocar quatro pneus novos.

"O meu coração quase parou", admitiu Lewis Hamilton, nas declarações aos jornalistas após a corrida, a quarta do mundial de Fórmula 1.

"Tentei perceber se ainda faltava muito. Nunca vivi nada assim na última volta", acrescentou.

Hamilton tornou-se no primeiro piloto a vencer uma corrida com um pneu furado, triunfando em Silverstone pela sétima vez.

Verstappen chegaria 5,856 segundos depois, com Charles Leclerc a fechar o pódio. O piloto da Ferrari terminou a 18,474 segundos do vencedor.

Antes do furo no pneu de Hamilton, foi Valtteri Bottas quem viu rebentar o pneu dianteiro esquerdo, faltavam duas voltas para terminar o GP Grã-Bretanha.

O finlandês da Mercedes, segundo durante toda a prova, acabou por cair para o 11.º lugar, não pontuando nesta corrida.

De seguida, foi Carlos Sainz, espanhol que corre pela McLaren, a ver furar o pneu dianteiro esquerdo, baixando para o 13.º lugar.