Motores
Horário e programa do GP Bahrain 2020 de Fórmula 1 (hora portuguesa)
2020-11-23 19:50:00
Grande Prémio do Bahrein de Fórmula 1 disputa-se neste fim de semana, entre 27 e 29 de novembro de 2020

Depois do GP da Turquia, com triunfo de Lewis Hamilton, o circo da Fórmula 1 segue para o Bahrainein, onde se corre o Formula 1 Gulf Air Bahrain Grand Prix 2020, neste fim de semana.

Apesar de o título de campeão já ter sido entregue ao britânico, o sétimo da sua carreira (num ano em que o piloto da Mercedes e a própria marca esmagaram a concorrência), há razões mais do que suficientes para assistir a mais um empolgante grande prémio.

O programa da prova já é conhecido e arranca na sexta-feira, às 11h00 (hora portuguesa), com 90 minutos de treinos livres. Os monolugares regressam ao traçado do Bahrain às 15h00 do mesmo dia, para nova sessão.

No sábado, também às 11h00, decorre a terceira e última sessão de treinos livres, que antecede a qualificação, marcada para as 14h00 do mesmo dia.

O ponto alto do GP Bahrain de Fórmula 1 2020 está marcado, como é habitual, para domingo. As luzes vermelhas do Circuito Internacional do Bahrain apagam-se quando o relógio marcar 14h10, o que assinala o arranque da prova.

Veja todos os horários do GP Bahrain de Fórmula 1 2020:

27 de novembro (sexta-feira)
11h00/12h30 - Treinos livres
15h00/16h30 - Treinos livres

28 de novembro (sábado)
11h00/12h00 - Treinos livres
14h00/15h00 – Qualificação

29 de novembro (domingo)
14h10 - Corrida

Em virtude da pandemia, esta é a primeira vez que Bahrain surge tão tarde na temporada, mas as temperaturas no início e no final do ano são bastante semelhantes, pelo que os dados das corridas anteriores ainda devem ser relevantes. Um risco presente durante todo o ano é a areia que sopra do deserto que envolve o circuito, que pode sujar a superfície e reduzir a aderência.

Sakhir é um circuito de dificuldade média, com foco na tração e na travagem e, por isso, figura entre os mais rápidos da Fórmula 1, com uma velocidade média prevista de cerca de 230 km/h. Os pilotos vão ter de trabalhar muito, pois uma volta curta significa muito tráfego, o que pode tornar a qualificação e as ultrapassagens complicadas.

Haverá uma abordagem bastante diferente nos treinos livres de cada corrida. Para o Grande Prémio do Bahrain, duas das três sessões serão realizadas de dia, sobre as altas temperaturas, pelo que não serão especialmente relevantes para a qualificação e para a corrida.

No primeiro fim de semana teremos o Grande Prémio do Bahrain, realizado no habitual layout do Circuito Internacional do Bahrain, durante o final da tarde e noite. No fim de semana seguinte, vamos assistir ao Grande Prémio de Sakhir, realizado à noite, num circuito de estilo oval curto, com apenas 11 curvas, onde o tempo de volta esperado é inferior a um minuto. Com 87 voltas, este será o GP com mais voltas do ano. 

Portanto, os pneus terão pela frente dois desafios distintos, que combinam um pouco do asfalto mais abrasivo, visto ao longo de toda a temporada, com algumas das velocidades médias de volta mais altas do ano (no Grande Prêmio de Sakhir). Os pneus do meio da tabela da gama de F1 foram selecionados para dar resposta a esta variedade de desafios.

Para a primeira corrida, o Grande Prémio do Bahrain, as equipas terão dois conjuntos de pneus C3, para cada carro, para testar durante a sexta-feira, além da alocação usual para o fim de semana (dois conjuntos de duros, três conjuntos de médios, e oito de macios). Algo semelhante acontecerá também no Grande Prémio de Abu Dhabi, que encerra temporada, com um jogo de pneus C4 para cada piloto, durante a segunda sessão de treinos.