Motores
GP de Portugal de Fórmula 1 vai ter público
2020-07-24 15:45:00
Prova realiza-se de 23 a 25 de outubro, no Autódromo Internacional do Algarve, com público

O Grande Prémio de Portugal, já oficializado pela FIA, vai-se realizar nos dias 23 a 25 de outubro, no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, que entra pela primeira vez no calendário do Mundial de F1.

A Fórmula 1 está assim de regresso a solo luso, 24 anos depois do último circuito da competição ter passado pelo nosso País.

A prova vai ter público, segundo garantiu hoje o CEO do autódromo de Portimão, Paulo Pinheiro, em conferência de imprensa.

“Conseguimos. A primeira batalha está ganha. É o concretizar de um sonho de uma vida. Num momento muito difícil, esta equipa teve a força mental. Nós, Portugal, conseguimos. Não somos uma corrida de substituição. Vamos ter a corrida na data que queríamos. E vamos fazer a corrida como nós pretendemos. Com regras, cumprindo os procedimentos sanitários, mas com público, porque um evento de Fórmula 1 tem de ter público. Se não, não seria uma festa, seria apenas um evento”, realçou Paulo Pinheiro.

“Foram meses difíceis, muito intensos. O facto de termos público é aquilo que vai fazer uma diferença no espírito da Fórmula 1, na nossa corrida, porque outras terão algum público (Mugello terá mil pessoas), mas nós seremos a primeira corrida a ter público a sério, se tudo correr bem. Mesmo que tenhamos 66 por cento, serão 60 mil pessoas, que é muita gente. Todo o procedimento foi pensado. Depende de todos que a corrida seja um sucesso e consigamos ter o maior público possível”, acrescentou, mais tarde, em declarações à Eleven Sports.

Também o site oficial da F1 já confirmou a presença de público no traçado português, num artigo onde aborda "as seis razões" para ficar entusiasmado com os três novos traçados adicionados ao calendário.

“O pitoresco traçado, situado no sul do país, vai tornar-se no quarto circuito português a acolher uma corrida do mundial, depois do Porto, Monsanto e Estoril – e, melhor ainda, a prova será aberta aos fãs”, pode ler-se.

O último Grande Prémio em solo luso decorreu em 1996, no Autódromo do Estoril, no qual Jacques Villeneuve foi o vencedor, seguido de Damon Hill e Michael Schumacher.

Já o primeiro Grande Prémio de Portugal foi em 1958, no Circuito da Boavista, no qual Stirling Moss foi o vencedor.

O circuito do Autódromo Internacional do Algarve oferece 32 diferentes configurações de pista, com perímetros de 3465 metros (mais curto) a 4684 metros (versão Fórmula 1) e está homologado pela FIA e pela FIM para receber competições auto e moto, ao mais alto nível.

Os vários traçados permitem aos utilizadores escolher entre versões mais rápidas e desafiadoras e outras mais lentas e técnicas. Dada a variedade de desenhos de pista, a FIA Slow Fast (F1) é considerada a versão standard.

Ao calendário do Mundial de F1, que já contava com 10 provas juntam-se, além do GP de Portugal que se realiza pela primeira vez em Portimão, os Grandes Prémios de Eifel e da Emília-Romanha, que se disputarão em Nürburgring e Imola, respetivamente, circuitos que já receberam grandes prémios de F1 no passado.

Aumenta, assim, para 13 o número de corridas do calendário revisto de 2020, que deverá ficar completo nas próximas semanas com 15 a 18 corridas, terminando no Golfo, em meados de dezembro.

Calendário de provas
31 julho a 2 agosto – Silverstone, GP Grã-Bretanha
7 a 9 agosto – Silverstone, GP 70 Anos da F1
14 a 16 agosto – Barcelona, GP Espanha
28 a 30 agosto – Spa-Francorchamps, GP Bélgica
4 a 6 setembro – Monza, GP Itália
11 a 13 setembro – GP Toscana Ferrari 1000
25 a 27 setembro – Sochi, GP Rússia
9 a 11 outubro – Nürburgring, GP Eifel
23 a 25 outubro – Portimão, GP Portugal
31 outubro a 1 novembro – Imola, GP Emília-Romanha

Dados da pista
Comprimento: 4684 metros
Comprimento das retas: 3.204 metros (68,3%)
Comprimento das curvas: 1.488m (31,7%)
Largura: 14 metros
Número de curvas: 16
Direitas: 9
Esquerdas: 7
Raio de curvatura mínimo: 18 metros
Raio de curvatura máximo: 160 metros
Subida máxima: 6,2 por cento
Declive máximo: 12 por cento
Inclinação máxima: 8 por cento
Inclinação mínima: 2 por cento

Reta principal
Comprimento: 969 metros
Largura: 18 metros

Boxes
42 boxes x 135 m2 cada = 5,670 m2

Paddock
72 mil m2