Modalidades
NBA adia jornada após protesto dos Bucks contra racismo
2020-08-26 22:35:00
Equipa de Milwaukee boicotou jogo em solidariedade para com Jacob Blake

Os Milwaukee Bucks boicotaram o encontro com os Orlando Magic, a contar para a liga norte-americana de basquetebol (NBA), o que motivou o adiamento de todos os jogos previstos para hoje.

Na origem do protesto esteve o incidente envolvendo Jacob Blake, um afro-americano atingido a tiro pelas costas pela polícia de Kenosha, no Wisconsin.

Com Jacob Blake gravemente ferido e o caso de George Floyd, morto por um polícia em maio, ainda bem presente na sociedade norte-americana, os jogadores dos Bucks recusaram-se a ir a jogo, a contar para os playoffs.

Após a imprensa noticiar que atletas de LA Lakers, Portland Trail Blazers, Houston Rockets e Oklahoma Thunder iam protestar da mesma forma, a NBA optou por adiar a jornada de hoje, que envolvia essas equipas.

"A posição hoje tomada por jogadores e organização mostra que estamos fartos. Já chega", afirmou o vice-presidente dos Bucks, pelo Twitter.

"A mudança precisa de acontecer, e estou incrivelmente orgulhoso dos nossos rapazes. Estamos 100 por cento com eles e prontos a ajudar a trazer mudanças a sério", garantiu o dirigente.

Muitos jogadores da NBA, como LeBron James (LA Lakers), manifestaram publicamente apoio ao protesto dos Bucks.

Jacob Blake foi alvejado pelas costas repetidamente por um polícia, branco, quando abria a porta do carro, no qual estavam os três filhos menores.